Terceiro turno no HGV já realizou quase duas mil consultas

foram 1.838 consultas somente em 4 meses de funcionamento

O Ambulatório do Trabalhador, implantado no Hospital Getúlio Vargas (HGV) no turno da noite, já realizou 1.838 consultas somente em quatro meses de funcionamento. A iniciativa foi da Secretaria de Estado da Saúde (SESAPI), com o objetivo de facilitar o acesso para as pessoas que trabalham durante o dia e não tem tempo de realizar uma consulta médica

Para a diretora do Ambulatório Dirceu Mendes Arcoverde, Antônia Lima, a iniciativa foi muito boa e a procura tem sido intensa. “Quando foi implantado em maio, realizamos apenas 308 consultas, no mês de junho, dobramos esse número para 622 consultas. As pessoas estão gostando porque, a maioria, não procurava um especialista porque não tinha tempo durante o dia”, explica a diretora.

Como é o caso de D. Maria do Amparo, que trabalha como caixa de um supermercado durante todo o dia e não tinha tempo de sair para uma consulta com o ginecologista. “Achei muito bom! agora venho à noite e faço minhas consultas sem problemas”, elogia Maria do Amparo.

São ofertadas uma média de 16 consultas, por dia, em cada especialidade nas áreas de ginecologia, cirurgia geral, fisioterapia, ortopedia, urologia, cirurgia plástica, vascular, oftalmologia, proctologia, cardiologia e mastologia. 

Antônia Lima orienta que a primeira consulta deve ser marcada no Posto de Saúde dos bairros e o retorno pode ser agendado no próprio Ambulatório. “A procura tem sido tão grande que estamos atendendo não somente o município de Teresina, mas também os municípios do interior do Estado”, destaca a diretora do Ambulatório.

Fonte: Portal MN