Teresina é a terceira capital do Brasil que mais investe em saúde

A pesquisa foi realizada pelo Conselho Federal de Medicina

O município de Teresina foi a terceira capital do país que mais investiu em ações e serviços de saúde em 2014, segundo dados de uma pesquisa realizada pelo Conselho Federal de Medicina em parceria com a ONG Contas Abertas. Teresina aplicou o total de 897 milhões, 625 mil e 846 reais, montante que representa gasto per capita de R$ 2.91 por dia.

Na primeira e segunda posição da pesquisa que apontou os maiores investimentos em saúde ficaram as cidades de Campo Grande (MS), com gasto de R$ 3,16, e Belo Horizonte (MG), com R$ 3,09 por pessoa/dia.  A planilha com os relatórios resumidos de execução orçamentária das capitais, referente ao ano de 2014, está disponível para consulta pública no site do Conselho Federal de Medicina.

No documento, é possível verificar que, para a obtenção do valor descrito, a pesquisa levou em consideração o valor pago pelo município de Teresina (897 milhões, 625 mil e 846 reais), tendo dividido o montante pela quantidade populacional (844.245 habitantes), chegando ao valor per capita anual (1.063,23), correspondente a R$ 2,91 por pessoa por dia. O valor passou ainda por correção pelo Índice IPCA.

Para o prefeito Firmino Filho, a pesquisa demonstra o esforço do município em melhorar os serviços de saúde da capital. “Temos oferecido uma boa estrutura de atendimento, profissionais capacitados e a incorporação de novas tecnologias, que tornam a rede municipal mais rápida e eficiente”, ressalta.

O secretário municipal de saúde de Teresina, Aderivaldo Andrade, destaca ainda os dados divulgados no Mapa da Saúde, ferramenta do Ministério da Saúde, revelando que nos últimos 07 anos houve diminuição progressiva do Icsab - Proporção de Internações por Condições Sensíveis à Atenção Básica em Teresina. “Isto indica maior resolutividade dos casos levados à Atenção Básica e expressam melhorias no nível primário da saúde na cidade de Teresina”, explica.

Fonte: Portal MN