Teresina lança campanha para sensibilizar homens no combate à violência contra mulher

Intitulada “A Lei Maria da Penha em Cordel”, a obra foi reconhecida pela Organização das Nações Unidas – ONU como de grande importância sociocultural

CONFIRA A REPORTAGEM COMPLETA NA EDIÇÃO DESTA SEXTA-FEIRA (5) DO JORNAL DO MEIO NORTE 

A Lei Maria da Penha que visa aumentar o rigor das punições aos homens que agridem física ou psicologicamente a uma mulher ou à esposa, ganhou um aliado de sangue puramente nordestino para cumprir a sua missão na divulgação da lei, o cordel, criado pelo cearense Tião Simpatia, que esteve em Teresina nesta quinta-feira (4) para a Cerimônia de adesão à Campanha “Laço Branco - Homens pelo fim da violência contra a Mulher”.

Intitulada “A Lei Maria da Penha em Cordel”, a obra foi reconhecida pela Organização das Nações Unidas – ONU como de grande importância sociocultural e é utilizada pelas escolas municipais de Teresina com a ideia de começar a conscientizar meninos e meninas, desde cedo, para que os números da violência praticada contra a mulher na capital possam reduzir cada vez mais, como destaca a Coordenadora Municipal de Políticas Públicas para Mulheres, Francisca Lima: “Estamos em um processo, um passo a passo. Com certeza estamos tendo avanços na proteção às mulheres. A campanha é simbólica, mas com ela nós queremos sensibilizar e envolver os homens para que eles ajudem a dizer não à violência.”

Segundo o artista Tião Simpatia, que representa o Brasil na campanha pelo fim da violência às mulheres, Teresina deu início à um projeto pioneiro: “O projeto é dedicado exclusivamente para as escolas da rede pública de ensino e o aprendizado com a interação dos jovens tem sido muito boas, de forma que outras cidades já procuram ter uma experiência como a de Teresina.”

 Repórter:  Victor Costa 

Clique e curta Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Victor Costa