Teresina vai aderir ao Pronasci

Até 2011, o Pronasci deve investir R$ 6,7 bilhões em segurança pública distribuídos entre os 150 municípios já envolvido

Teresina foi apontada pelo Ministério da Justiça entre as capitais onde os adolescentes sofrem alta exposição à violência. Esse fato motivou o Governo Federal a convidar o prefeito Sílvio Mendes a participar do Programa Pronasci. Os documentos de adesão já foram enviados à Brasília, falta apenas definir a data para a assinatura do temo de compromisso.

O público-alvo do programa são os jovens entre 15 e 24 anos suscetíveis à criminalidade ou que já tenham sido presos pela prática de algum delito.

De acordo com o assessor da Polícia Militar, Major John Feitosa, após a assinatura o ministério da Justiça vai definir a quantia de investimentos que será destinado à capital piauiense. Pela proposta, o município deve criar diretrizes de combate à violência ou utilizar os recursos em projetos já existentes.

Até 2011, o Pronasci deve investir R$ 6,7 bilhões em segurança pública distribuídos entre os 150 municípios já envolvidos. Pelas diretrizes estabelecidas pelo programa, o investimento será de acordo com o número de propostas apresentada por município . Em contrapartida, as prefeituras participantes devem criar um Gabinete de Gestão Integrada em Segurança Pública.

No documento enviado ao Ministério da Justiça, a prefeitura apontou alguns projetos já executado na capital, como o desenvolvido pela Secretaria Municipal de Educação- SEMEC, com caráter preventivo, como o ?Escola Aberta- Escola da Gente? e os demais projetos de proteção aos jovens desenvolvidos pela Secretaria Municipal da Juventude.

Fonte: Carolina Durães, Jornal Meio Norte