Teresinense prefere ficar com família em casa no Reveillon

A maior parte dos teresinenses vai festejar com a família e amigos

A comemoração do ano novo será diferente entre muitos teresinenses, que estão preferindo permanecer na capital junto da família e amigos. Não foi difícil encontrar um casal que prefere a tranquilidade do campo e da família, em Teresina, à badalação das praias. Augusto e Karina Viana . ?Não vamos viajar e como é uma tradição de nossa família, vamos passar juntos em um sítio?, disse Augusto, demonstrando estar satisfeito com a decisão.

As escolhas podem ficar limitadas, mas não menos divertidas, para quem trabalha na véspera do ano novo e também no dia 02 de janeiro. É o caso da vendedora Lívia Lira, que dificilmente pode viajar devido à rotina do trabalho. ?Já é comum que a minha família se reúna para comemorar o ano novo em casa, com uma pequena festinha. No entanto, eu gostaria de poder passar uma virada de ano na praia, que dizem ser muito bom?.

Outras pessoas voltam suas ações para o contexto espiritual e costumam passar a ocasião fazendo orações. O professor Edson Santos, 28 anos, é evangélico e gosta de frequentar um culto especial no dia 31. ?Na minha igreja o culto começa às 22 horas, com uma ministração que faz uma retrospectiva e uma perspectiva para o próximo ano, como forma de orientação espiritual. No exato momento da passagem do ano eu sempre me ajoelho na igreja em oração a Deus. Me sinto muito bem assim?, disse Edson Santos.

A vendedora Maria José Carvalho também terá pouco tempo para viagens longas e vai até a cidade de Barras, próxima de Teresina, encontrar os familiares, que tradicionalmente se reúnem no final do ano. ?Embora eu não viaje para fora do Estado ou à praia, é muito divertido, pois sempre vêm familiares de vários lugares. Mas o que importa mesmo é o que deve acontecer em 2014, quando eu finalmente devo começar uma faculdade?.

Fonte: Samira Ramalho