Teresinenses conquistam 74 medalhas na Olimpíada de Astronomia

Estudantes da capital 20 medalhas de ouro na competição nacional

Teresina se destaca mais uma vez no quadro de medalhas de uma competição educacional a nível nacional. A Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) e a Agência Espacial Brasileira (AEB) acabam de divulgar o resultado da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) 2016, onde os alunos das escolas públicas municipais de Teresina conquistaram 74 medalhas - sendo 20 de ouro, 20 de prata e 34 de bronze.

A competição envolveu estudantes dos ensinos fundamental e médio de escolas públicas e particulares de todo o Brasil. O objetivo é despertar nos jovens o interesse pela ciência. Os melhores classificados ainda representarão o Brasil nas olimpíadas Internacional de Astronomia e Astrofísica e Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica de 2017.

O primeiro contato dos estudantes da Rede Municipal com a Astronomia e a Astronáutica é através do Programa Cidade Olímpica Educacional, que promove aulas de aprofundamento em disciplinas específicas aos sábados. Com laboratório para as experiências e simulados baseados nas principais competições de conhecimento, o Programa prepara campeões para chegarem cada vez mais longe.

Ano passado o resultado da OBA utilizou a média 6,8 como média de corte, e esse ano pulou para 8,2, tornando o desafio ainda mais exigente. O resultado na Olimpíada dá força para outro projeto que está em fase de planejamento e deve estimular a pesquisa na área.


Estudantes de Teresina são destaque em Olimpíada de Astronomia (Crédito: Reprodução)
Estudantes de Teresina são destaque em Olimpíada de Astronomia (Crédito: Reprodução)


Fonte: Portal Meio Norte