Teresinenses criam memes sobre trânsito: labirinto de vias longas e sem retornos

A retirada de praticamente todos os retornos, rotatórias e balões de diversas ruas e avenidas da cidade deixou algumas rotas mais longas, motivo de reclamação de condutores que chegam a andar até 5 km

O trânsito de Teresina lembra a história do Minotauro, personagem conhecido da mitologia. Na epopeia narrada por Ovídio, ainda na Grécia Antiga, uma besta que era a mistura de um touro com um homem guardava um complicado labirinto. E é assim que os condutores se sentem no trânsito: em um labirinto de vias longas e sem retornos. Prova disso são os recentes “memes” criados pelos usuários de aplicativos como o WhatsApp.

É que recentemente a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (Strans) realizou diversas modificações no ir e vir dos teresinenses. Dentre as mudanças, a retirada de praticamente todos os retornos, rotatórias e balões de diversas ruas e avenidas da cidade dificultou algumas rotas. As Avenidas Presidente Kennedy e Dom Severino, localizadas na zona Leste da capital, por exemplo, tiveram a maioria dos retornos retirados em parte de seus trechos.

“A zona Leste está muito complicada. Para sair de casa, você tem que sair com um mapa na cabeça, senão demora uma vida para chegar ao destino”, destaca Vinícius Carvalho.

“Eu não sei qual é a problemática primordial adotada para a consequente resolução do problema, talvez seja a quantidade de acidentes na cidade ou engarrafamento em horários de pico. Mas creio que a solução não seja o que estão fazendo”, pontua Raphael Senna.

No caso da Presidente Kennedy, o percurso que compreende o cruzamento com a Rua Visconde da Parnaíba até a Avenida Jockey Clube não possui mais nenhum retorno. Já na Dom Severino, os retornos só existem - em demasia - no trecho que corta o bairro Morada do Sol, além da última rotatória existente na via, que fica no encontro com a Rua Saba Said.

Esta rotatória existente na Saba Said com a Dom Severino é a única alternativa dos moradores do Horto Florestal para ir ao Jockey sem precisar acessar avenidas de trânsito mais intenso, como a Kennedy e a Dom Severino. Antes a Rua Professor Madeira também era uma opção, mas recentemente foram feitas pinturas na via indicando que agora ela é contramão de quem sai do Horto, funcionando apenas para que as pessoas possam vir do Jockey para o bairro.



Fonte: Jornal Meio Norte