Teresinenses deixam a capital rumo ao litoral do Piauí

No aeroporto e na rodoviária da capital, movimentação é maior

A segunda quinzena do mês de julho já começa a movimentar as BRs, rodoviária e aeroporto de Teresina. Apesar de ainda tímido, o fluxo de pessoas que procuram lazer e descanso em cidades piauienses e até mesmo em outros Estados tem aumentado. A expectativa da Polícia Rodoviária Federal (PRF/PI) é que o período de maior movimentação seja nas duas últimas semanas deste mês.

“O fluxo tem aumentado gradativamente. Acredito que aumente no final do mês, na terceira semana de julho, por conta de eventos que estão previstos para acontecer no litoral piauiense”, destaca Jean Carlo, chefe da delegacia da PRF/PI.

Informação confirmada por Antônio Pinto, gerente de Transporte de uma empresa, em Teresina, que aponta também o final de semana como o período de maior demanda.

“Em relação ao ano passado, já estamos na média. O movimento tem aumentado e o que nós observamos é que a demanda é mais alta no final de semana.

Começa na sexta e sábado. Mas, normalmente, o movimento fica melhor nas duas últimas semanas”, afirma o gerente rodoviário, que ressalta o litoral como o principal destino.

Além da rodoviária de Teresina, a movimentação também foi observada no Aeroporto Petrônio Portella. Muitas famílias já têm deixado a capital, em busca de novos locais. E para atender a demanda neste período, foram acrescentados voos entre 12h e 19h.

“Neste momento de alta estação, foram postos voos extras a cada uma hora. O que é normal em feriados prolongados, férias e final de ano”, explica a balconista do aeroporto, que prefere não se identificar.

Operação Férias busca reduzir acidentes por colisão frontal

Com o intuito de reduzir a quantidade de acidentes graves com colisão frontal nas BRs do Estado, causados por ultrapassagens indevidas, a Polícia Rodoviária Federal do Piauí (PRF/PI) está atuando, desde 01 de julho, com a Operação Férias. A previsão é que essa ação encerre no dia 02 de agosto.

A Operação Férias conta com uma estrutura de 200 policiais rodoviários, 40 viaturas, 20 etilômetros, 5 radares e 5 motocicletas, que têm atuado nas rodovias do Estado, em pontos mais vulneráveis a acidentes, mapeados pela Polícia Rodoviária.

"Nós temos índices grandes de acidentes na saída de Teresina, no Quilômetro Zero, BR-316, BR-343 e a BR-351. Mas também temos outros pontos ao longo das rodovias, como próximo à Curva da Raposa e também entre os municípios de Campo Maior e Altos", explica Jean Carlo, delegado da PRF/PI.

A Polícia Rodoviária sugere, a quem ainda vai pegar a estrada, que faça a revisão do veículo e dos equipamentos de segurança de maneira antecipada, e durante a viagem, além de dirigir com cautela, certificar se todos os passageiros estão usando o cinto de segurança.

Image title

Image title"Pedimos prudência aos condutores, não adianta ter pressa de chegar; não beber em hipótese alguma ao dirigir; fazer a manutenção preventiva do veículo, dos equipamentos de segurança; e estar atento; para quem vai levar crianças, a cadeirinha e principalmente o cinto de segurança para todos os passageiros, porque, infelizmente, o brasileiro não tem essa cultura", pontua Jean Carlo.

Durante a mobilização, os policiais rodoviários têm realizado fiscalizações e campanhas educativas e de conscientização, reforçando que os condutores dirijam com responsabilidade e na velocidade permitida.

Cidades turísticas recebem sinalização de trânsito no Piauí

Seja em feriados prolongados ou período de férias, a maioria dos teresinenses escolhe o litoral piauiense como principal destino. Por conta disso, os órgãos de trânsito do Estado têm intensificado atividades de orientação e fiscalização.

Além da Operação Férias, promovida pela Polícia Rodoviária Federal do Piauí, o Departamento Estadual de Trânsito do Piauí (Detran-PI) elaborou uma série de atividades educativas. Mas também tem realizado serviços de sinalização vertical, horizontal e semafórica de Luís Correia à praia de Macapá.

Image titleAlém do litoral do Estado, cidades como Valença e Picos também serão contempladas com as sinalizações, devido aos altos índices de acidentes no trânsito. O município de Oeiras já teve os serviços de sinalização iniciados.

De acordo com Arão Lobão, diretor-geral do Detran, a ação que pretende atingir o maior número de cidades possíveis tem como objetivo reduzir os índices de acidentes e promover segurança dos condutores.

"Nós temos uma pesquisa que aponta essas cidades com maior incidência de acidentes no Piauí e também por terem grandes fluxos de pessoas em determinadas épocas comemorativas. As nossas prioridades são reduzir o número de acidentes e tornar o trânsito mais seguro, alcançando o maior número de cidades", esclarece.

Com a mobilização, o Detran espera ter o mesmo sucesso que foi a ação durante o Carnaval, na qual chegou a zero o número de acidentes graves.

"Na nossa atuação utilizaremos não só a fiscalização, mas também a educação no trânsito. E esperamos que a programação de férias tenha êxito, assim como ocorreu no período do Carnaval, em que não ocorreu nenhum acidente grave", ressalta Arão Lobão.

As blitze educativas fazem parte das atividades de conscientização do Detran no Piauí, que terão início nesta sexta-feira (17), nas BRs, PIs e nos principais pontos do litoral, como nas cidades de Parnaíba, Luís Correia e Barra Grande.

Durante a ação serão distribuídos kits "Preserve seu bem maior - não exceda a velocidade", para estimular a reflexão sobre o comportamento e respeito mútuo no trânsito.

Fotos: José Alves Filho

Fonte: Virgínia Santos e Márcia Gabriele