Tio é detido acusado estuprar sobrinha de 12 anos

Segundo a conselheira tutelar, Gervânia dos Santos, a agressão sexual contra a criança foi constatada após denúncias anônimas.

O Conselho Tutelar do município de São Raimundo Nonato acompanha o caso de uma garota de apenas 12 anos que teria sido estuprada por seu próprio tio, de 33 anos.

Segundo a conselheira tutelar, Gervânia dos Santos, a agressão sexual contra a criança foi constatada após denúncias anônimas.

A garota morava com a mãe e seu companheiro, além do tio na rua Santa Luzia.

“Ficamos chocados como a menina lida com a situação. Ela nutre um amor muito grande pelo tio, que é irmão da sua mãe. Inclusive chegou a tatuar com leite de castanha a inicial do nome do acusado”, relatam as conselheiras tutelares que acompanham o caso Gevania dos Santos, Fernanda Silva, Mirian Pereira, Ramisseia Negreiros e Ana Mercês.

As conselheiras contam ainda que exames comprovaram que houve rompimento do hímen da criança e que ela mantinha relação sexual pela vagina e ânus e sem uso de preservativo.

Segundo elas, a menina geralmente desmaiava após o ato e não tem noção da gravidade do caso. O tio que não teve o nome revelado foi preso e negou as acusações.

O Conselho Tutelar afirma ainda que a mãe da criança já estava desconfiada do irmão, mas não tomou nenhuma atitude e por isso deverá ser investigada por omissão.

Segundo o que foi apurado, o acusado morava na residência da família há 4 meses e pelo menos há 3 estaria violentando a garota.

“A criança conta com naturalidade o caso e ainda nos falou que era virgem. É um caso chocante porque de lado ocorria tudo isso e de outros nos deparamos com uma menina que anda brinca de boneca”, acrescenta Gervânia Santos.

O flagrante aconteceu na quarta-feira (17) e as conselheiras tutelares foram ao Forum da cidade nesta quinta-feira (18) comunicar o caso ao juiz da comarca.

A criança ainda encontra-se sob os cuidados da mãe.

 

 

Fonte: sãoraimundononato.com e Conselho Tutelar