Torcedores colocam Fred e Rafael Moura para correr de bar

Torcedores colocam Fred e Rafael Moura para correr de bar

Na companhia de outros amigos e de 4 mulheres, atacantes do Flu teriam consumido mais de 60 caipirinhas

Parece que o bom comportamento de Fred se restringe à seleção brasileira. Segundo reportagem do jornal Extra desta quinta-feira, o atacante foi flagrado por torcedores de uma facção organizada do Fluminense, na madrugada de terça-feira, bebendo no Astor, bar no Arpoador, na Zona Sul do Rio de Janeiro. De acordo como a matéria, Fred estaria acompanhado do colega de ataque Rafael Moura, de outros dois amigos, e de quatro mulheres, duas louras e duas morenas.

Segundo o Extra, que teve acesso à conta, o jogador teria consumido com os amigos, entre meia-noite e 2h da manhã, mais de 60 caipisaquês (caipirinha de frutas e saquê).

O consumo exagerado de bebidas alcoólicas chamou a atenção de outros clientes que também estavam no bar. Coincidentemente ou não ? quase que como um disque-denúncias -, em pouco tempo integrantes da Young Flu, principal facção organizada do clube, apareceram para protestar e cobrar o jogador.

O presidente da torcida organizada, Leandro Carvalho, lamentou o que considerou falta de palavra de Fred. Segundo o torcedor, o atacante admitiu numa conversa no domingo que exagerou nas baladas durante os primeiros seis meses no Fluminense, mas que havia amadurecido e andava tranquilo nos últimos tempos.

Para aumentar ainda mais a fúria dos tricolores, ao reconhecer os torcedores na porta do bar, Fred teria fechado a conta e voltado para sua casa. Mas, segundo a reportagem, o atacante e Rafael Moura apenas despistaram o grupo e saíram em alta velocidade em direção à Barra da Tijuca.

Procurados, o vice-presidente de futebol, Sandro Lima, não atendeu as ligações, enquanto o gerente de futebol, Marcelo Teixeira, alegou estar em uma reunião e pediu para ligar mais tarde. Porém, de acordo com a assessoria do Fluminense, a diretoria iria se pronunciar no fim do dia.

Fonte: IG