Toureiro que levou chifrada no rosto voltará às arenas neste domingo

Toureiro que levou chifrada no rosto voltará às arenas neste domingo

Cinco meses depois de ter levado uma chifrada no rosto e ter ficado cego de um olho,


Toureiro que levou chifrada no rosto voltará às arenas neste domingo

Juan José Padilla durante a apresentação do cartel da tourada do próximo domingo (04).

Madri, 3 mar (EFE).- Cinco meses depois de ter levado uma chifrada no rosto e ter ficado cego de um olho, o toureiro espanhol Juan José Padilla voltará à arena neste domingo para retomar sua carreira.

As terríveis imagens deste incidente, registrado no último dia 7 de outubro, em Zaragoza, circularam pelo mundo todo por causa de sua brutalidade. Na ocasião, a chifrada perfurou o rosto do toureiro e afetou gravemente seu olho esquerdo, mandíbula, maçã do rosto e nariz.

Depois de passar por inúmeras cirurgias e por um intenso processo fisioterápico, Padilla conseguiu recuperar parte dos movimentos de seu rosto e também de sua fala. No entanto, os médicos não conseguiram reabilitar seu olho esquerdo, que foi coberto com um tapa-olho.


Toureiro que levou chifrada no rosto voltará às arenas neste domingo

Padilla, no dia em que perdeu a visão, 7 de outubro de 2011(AP Photo/Elena Munoz)

Padilla se defende das criticas usando o exemplo de outros colegas de profissão com problemas de visão, como Javier Vázquez e Lúcio Sandín. Casado e com dois filhos, o toureiro também destaca o apoio que recebeu de sua família.

"A volta é para brindar a eles esta nova vida que se me presenteia", disse Padilla há poucos dias, consciente de que esteve muito perto da morte.

Além de marcar seu retorno neste domingo, em Olivenza (Espanha), o toureiro, que passará a usar trajes "verde esperança e ouro", foi contratado para se apresentar em várias cidades espanholas e também em Arles, na França. EFE

FOTOS DO DIA DO ACIDENTE


Toureiro que levou chifrada no rosto voltará às arenas neste domingo

Toureiro que levou chifrada no rosto voltará às arenas neste domingo

Fonte: ;o