Trens quebram e mais de duas mil pessoas passam a noite no Eurotúnel

As composições tiveram problemas depois que deixaram o ar frio do ambiente externo na França

Mais de 2.000 pessoas passaram a noite presos dentro do túnel que liga a Inglaterra a França sob o Canal da Mancha depois que o tráfego ferroviário no Eurotúnel foi suspenso devido à quebra de três trens. Relatos anteriores davam conta de que seriam cerca de 1.200 pessoas, mas o número foi corrigido ao longo da noite, segundo a TV inglesa.

Segundo a rede britânica Sky News, os passageiros que ficaram presos no túnel haviam saído de Paris rumo a Londres, e completaram a viagem rumo à Inglaterra após mais de 12 horas de viagem.

As composições tiveram problemas depois que deixaram o ar frio do ambiente externo na França para entrar no calor dos túneis. Elas bloquearam a linha durante a noite, informou neste sábado um porta-voz do túnel submarino.

Dois dos trens que ficaram parados foram levados até Londres empurrados por locomotivas a Diesel. Os passageiros de um terceiro trem quebrado foram transferidos de composição para poderem completar o trajeto. Centenas de pessoas que estavam em um quarto trem voltaram ao terminal na França, e devem pegar um outro trem.

"Fomos parados fora do túnel e avisaram que íamos atrasar, mas aí o trem quebrou completamente dentro do túnel", contou um dos passageiros que ficaram a noite presos à Sky News.

A operadora dos trens do Eurotúnel solicitou que as pessoas com passagem para fazer a travessia neste sábado adie a viagem. Eles disseram que vão oferecer reembolso das passagens ou remarcação de datas.

Fonte: g1, www.g1.com.br