Três tentativas de fugas são abortadas em penitenciárias no PI

As tentativas de fuga aconteceram durante este final de semana

Três tentativas de fuga de detentos no sistema prisional do Piauí foram abortadas neste final de semana, uma na Penitenciária Regional Irmão Guido, na sexta (11), outra na Casa de Custódia de Teresina, nesse sábado (12), e mais uma na Penitenciária de Esperantina, neste domingo (13).

Na Guido, o policial militar que estava de sentinela notou movimentação no pavilhão A e conseguiu impedir a fuga. Os detentos fizeram buracos no forro e cerca de 20 tentaram sair pela laje, quando foram interceptados. A Diretoria de Inteligência  e Proteção Externa da Secretaria de Justiça (Dipe) e a Força Tática do Promorar deram apoio para evitar a fuga.

Na Casa de Custódia, equipes da Dipe e da Tropa de Choque da Polícia Militar capturaram três presos tentando fugir do pavilhão H quebrando a parede. Já na Penitenciária de Esperantina, os presos tentaram fugir da cela 8, no pavilhão D, mas foram impedidos pelos agentes de segurança de plantão.

As ações de contenção das tentativas de fuga contaram com o apoio da Diretoria de Inteligência, da Diretoria da Unidade de Administração Penitenciária da Secretaria de Justiça (DUAP), da Força Tática da Política Militar, Tropa de Choque e agentes penitenciários.

De acordo com o tenente-coronel Luís Antônio Pitombeira, diretor da Dipe, o trabalho de prevenção que vem sendo realizado pela Secretaria de Justiça nos presídios tem evitado fugas e outros problemas. O Piauí tem cerca de 4 mil presos em 15 unidades penais e a grande maioria dos problemas são evitados.

"Cabe a nós manter a ordem no sistema, fazendo com que o preso fique preso e cumpra sua pena. Tentativas de fuga são constantes, mas, no universo de 4 mil presos, estamos conseguindo evitar maiores transtornos dentro das unidades e, ainda, recapturar boa parte dos que fogem", frisa.

Presos fizeram buracos para tentar fugir
Presos fizeram buracos para tentar fugir


Fonte: Portal MN