Turista amerciana é abusada e cai de penhasco de 45m na Tailândia

Ela foi violentada e ainda caiu de um penhasco de 45 metros

A turista americana Hannah Gavios, 23 anos, que viajava sozinha pela Tailândia foi violentada por um funcionário de uma lojinha local quando pediu informações para voltar para o hotel em que estava hospedada.

A jovem se perdeu ao anoitecer e resolveu pedir informações em uma lojinha. Um funcionário, identificado como Apai Ruengvorn, 28 anos, se ofereceu para levá-la, mas ele enganou-a e a levou para a floresta para poder violentá-la.

O tailandês rasgou as roupas da turistas, agarrou-a e começou abusar dela que se defendia dando socos no agressor. Desesperada, ela chegou a morder a orelha dele até sangrar. A jovem conseguiu se desvencilar do agressor e empreendeu em fuga, mas devido a escuridão acabou caindo de um penhasco de 45m de altura.

Hannah Gavios foi abusada na Tailândia
Hannah Gavios foi abusada na Tailândia

Caída, ferida gravemente e sem poder se movimentar, Hannah começou a pedir socorro, mas o seu agressou ouviu seus gritos e desceu o penhasco reaparecendo diante dela e a jovem mais uma vez foi abusada pelo seu algoz.

"Ele fingiu que chamaria ajuda usando o celular", contou ela ao jornal britânico The Sun. "Eu estava gemendo de dor, mal conseguia me mexer, mas ele estava determinado a abusar de mim. Ele ficou em cima de mim, tapou a minha boca para eu não gritar, abaixou as calças e se masturbou em cima de mim", relatou.

— Não fui estuprada. Mas fui terrivelmente abusada e ainda agredida, já que bateu no meu rosto várias vezes

— Foi a situação mais apavorante que passei na vida. Estava ali, perdida, muito ferida, vulnerável, VIa cobras rastejando perto de mim. E tinha aquele homem louco, um bandido, um covarde, na minha frente.

"Ele ainda tentou me sufocar, mas, de repente, me largou e fugiu. Achei que fosse morrer", lembra a turista, que tinha chegado à Tailândia um dia antes do episódio.

— Estava cansada e, depois de horas perdida na floresta, achei a tal loja. Ali me falaram que era perigoso voltar sozinha, naquele horário, para o hotel. Foi quando aquele cara que iria tentar me violentar disse que poderia me ajudar a encontrar o caminho.   

Hannah Gavios contra que o agressor ficava o tempo todo dizendo "quieta, sem polícia, polícia não".

A polícia tailandesa conseguiu prender o acusado que será julgado por estupro, ato obsceno e tentativa de homicídio. O acusado confessou o crime, e segundo a polícia ele disse ter cometido o abuso porque estava excitado.

Apai Ruengvorn violentou turista americana
Apai Ruengvorn violentou turista americana

O próprio agressor foi quem chamou outras pessoas para socorrer a turista que foi resgatada após um grupo de moradores da região chamar o resgate. Ela foi levada para o hospital Banckok, Phuket, no sul da Tailândia e teve uma fratura na coluna e ferimentos na cabeça.

Fonte: R7