Turista espanhol é morto durante assalto em Salvador

Eles foram abordados em Itapuã por dois homens, que atiraram e levaram o carro em que estavam os espanhóis. Hugo morreu na hora.

O corpo do turista espanhol Hugo Calavia Blanco, de 36 anos, morto após assalto no bairro de Itapuã, em Salvador, permanece no Departamento de Polícia Técnica (DPT) da capital baiana e deve ser liberado após a chegada de algum parente. Segundo a polícia, familiares da vítima foram avisados da morte nesta terça-feira (14).

Hugo havia chegado a Salvador no dia do crime, na segunda-feira (13), vindo do Equador. Ele estava fazendo um tour pela América Latina e se encontrou com um amigo espanhol que vive na capital baiana há 7 meses, Alberto Aroz, de 36 anos.

Eles foram abordados em Itapuã por dois homens, que atiraram e levaram o carro em que estavam os espanhóis. Hugo morreu na hora.

Aroz, que também foi baleado pelos bandidos, foi socorrido por policiais. Ele passou por uma cirurgia no mesmo dia do crime e tem saúde estável nesta terça-feira, segundo informações da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab).

Ainda segundo a Sesab, ele será transferido para um hospital particular, mas a assessoria não informou o nome da unidade de saúde. Alberto Aroz está consciente e conversando com os médicos.

Busca por suspeitos

Segundo a polícia, o carro levado pelos bandidos foi alugado na capital baiana. O veículo ainda não foi encontrado nem os suspeitos do crime foram presos.

A Polícia Civil pede que quem tiver visto o carro entre em contato por meio do Disk Denúncia: (71) 3235-0000. O veículo é um Ford Ecosport preto, de placa PUI-5355, de Belo Horizonte.

Ainda de acordo com a polícia, o caso está sendo investigado pela Delegacia do Turista (Deltur), com apoio da 12° Delegacia Territorial de Itapuã.



Fonte: G1