Uespi: 20% dos candidatos são de outros Estados

Uespi: 20% dos candidatos são de outros Estados

Segundo o Nucepe o número corresponde a mais de 6 mil candidatos.

O vestibular da Universidade Estadual do Piauí recebeu, este ano, um percentual muito alto de inscrições de candidatos de outros estados do país, o que superou as expectativas e os números registrados em anos anteriores. Segundo o presidente do Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos (NUCEPE), Francisco Canindé, 20% dos inscritos no certame não são do Piauí, o que corresponde a mais de 6 mil candidatos.

Ele acredita que esse alto número se deve, dentre outros motivos, ao fato de a instituição ainda ser uma das poucas do país que ainda não aderiu ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), como forma de ingresso dos estudantes, e ainda adotar uma metodologia de provas com disciplinas específicas de cada área.

“Esse número foi alto. Acreditamos que a data do vestibular também contribuiu para isso. As provas do vestibular da Uespi foram aplicadas após o Enem e ainda o fato de ser uma prova específica, diferente do Enem, que aborda todas as áreas. Isso mostra que a Uespi tem um bom nome lá fora”, justificou.

Canindé disse ainda que a maioria dos candidatos que não são do Piauí são oriundos de Estados vizinhos, como Ceará e Maranhão, apesar de ter candidatos do Pará e até Rio de Janeiro. O vestibular, neste ano, registrou o número de 30.700 inscritos para 4.260 vagas.

O certame contou com 30 locais de aplicação de provas na capital Teresina e 40 locais de aplicação nos demais municípios do Estado. Neste ano, a UESPI realizou as provas nos municípios de Teresina, Parnaíba, Piripiri, Picos, Floriano, Oeiras, Corrente, Campo Maior, Bom Jesus, São Raimundo Nonato e Uruçuí. Os cursos mais concorridos são Medicina e Direito (Teresina) e Odontologia (Parnaíba).

Fonte: Pollyana Carvalho