UFPI sofre com as oscilações de energia em Teresina

As oscilações de energia pioraram há dois dias, tendo como consequências mudanças de horário em evento da reitoria e aulas paralisadas no momento da falta de energia

A falta de energia tem prejudicado estudantes da Universidade Federal do Piauí (UFPI), no campus Ministro Petrônio Portella, em Teresina. As oscilações de energia pioraram há dois dias, tendo como consequências mudanças de horário em evento da reitoria e aulas paralisadas no momento da falta de energia.

A queda de energia em umas das maiores universidades do estado, afeta o andamento das aulas em pleno final de período. A estudante de arqueologia Ana Virgínia sente os prejuízos. “Os professores são obrigados a dar aula no escuro e calor, por conta disso, não temos como nos concentrarmos nas aulas”.

Outros alunos tiveram que interromper seus trabalhos acadêmicos, pois a faltou energia no momento da apresentação de um trabalho, segundo a estudante de música, Ruth Rios. “Passou um tempo e nada de voltar a energia. Continuamos a debater enquanto não voltava, quando ela voltou pouco tempo depois faltou novamente. Nisso foram duas quedas de energia somente na manhã sexta-feira”.

A universidade também sofre, pois tem que fazer mudanças repentinas nos horários. Como a mudança de alguns eventos por conta da falta de energia, que na quinta feira, segundo estudantes, oscilou em determinados horários e na sexta faltou pela manhã.

A Eletrobras Distribuição Piauí informa que foram feitas as devidas verificações. “A Eletrobras foi até o local e verificou a causa. Vimos que a universidade possui um disjuntor particular. Logo orientamos a UFPI para resolver os devidos problemas que são internos da própria universidade”, afirma.

Através de nota, a UFPI comunicou na manhã de ontem que o abastecimento de energia elétrica foi prejudicado na sexta-feira por um problema causado por um curto-circuito na rede que alimenta o Centro de Tecnologia e o setor de Esportes. No momento, uma equipe esteve trabalhando para solucionar o problema. “O abastecimento já foi restabelecido em grande parte da instituição, ficando apenas o Centro de Tecnologia, o Setor de Esportes e a Residência Universitária sem o fornecimento de energia por hora”.

Disse ainda que uma equipe da Eletrobras esteve na UFPI e após identificar que se tratava de um fato interno, restabeleceu o fornecimento de energia para o bairro Ininga. “Informamos ainda, que não tivemos relato de perdas materiais. Os trabalhos foram retomados na instituição e as aulas não ministradas hoje serão respostas em outro momento”, concluiu.

 

Fonte: Jornal Meio Norte