Universidade brasileira desenvolve vidro especial em parceria com a Nasa

Projeto deve ficar pronto em cinco anos.

Um grupo de pesquisadores da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) desenvolve, em parceria com a Nasa, uma plataforma de vidro que pode ajudar no pouso de naves nas próximas viagens do homem ao espaço. O material bem mais resistente poderá ser usado em casa no futuro.

Enquanto a Universidade do Missouri sintetiza materiais idênticos aos do solo lunar, os cientistas mineiros estudam as propriedades do vidro. O composto, preparado a partir de cinzas vulcânicas encontradas no Estado americano do Arizona, é elevado a altas temperaturas. Depois de fundido, o material é resfriado, para, em seguida, ser transformado em vidro.

Os pesquisadores analisam as propriedades térmicas do material. Segundo a coordenadora do projeto, Zélia Ludwig, o resultado tem sido bom. ?Acho que a pesquisa está sendo bastante impactante?, disse Zélia.

O estudo está em fase inicial e a etapa final será feita pela própria Nasa. No futuro, o material poderá ser usado como recipiente de produtos radioativos e até em casa, como isolante térmico, de acordo com o coordenador do laboratório da UFJF, Virgílio Carvalho. A previsão é que o projeto esteja pronto em cinco anos.

Fonte: g1, www.g1.com.br