Universidade em SP suspende aulas por causa da nova gripe

As duas jovens que tiveram a nova gripe na cidade passaram por tratamento

O campus da Universidade Estadual Paulista (Unesp) em Assis, a 434 km de São Paulo, decidiu suspender as aulas até o fim desta semana. A medida foi tomada após a confirmação do segundo caso da nova gripe na cidade. Uma estudante de Biologia da universidade foi infectado.

As duas jovens que tiveram a nova gripe na cidade passaram por tratamento no hospital estadual, em Bauru, a 329 km da capital paulista, e já receberam alta.

Férias antecipadas

A nova gripe também fez com que três colégios em São Paulo antecipassem as férias de julho. O Colégio Palmares, localizado em Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo, antecipou para esta terça-feira (23) as férias inicialmente marcadas para 30 de junho. A mãe de um dos alunos da 8ª série informou, no sábado (20), que o garoto foi contaminado pela nova gripe.

No domingo (21), o Colégio Magno anunciou que encerraria antecipadamente as aulas deste semestre em uma de suas unidades por causa da doença. A medida foi tomada por conta da contaminação de dois alunos pela influenza A (H1N1). Além da antecipação das férias, a festa junina da escola foi adiada.

O colégio Pueri Domus, na Zona Sul de São Paulo, decidiu antecipar as férias escolares após a confirmação da doença em dois alunos do local. Segundo a assessoria, os alunos deveriam ter aulas até o dia 26 de junho, mas o semestre foi encerrado na sexta-feira (19).

Fonte: g1, www.g1.com.br