Universidade Estadual anuncia investimento de R$ 1,3 milhão no Campus de Parnaíba

Para tanto, a reitora relacionou os avanços que a Universidade Estadual do Piauí

Como parte da pol?tica de participa??o e melhoria da qualidade do ensino, pesquisa e extens?o universit?ria da Universidade Estadual do Piau? (Uespi), membros da Administra??o Superior da Institui??o estiveram visitando, nos dias 30 de setembro e 1? outubro, o Campus ?Prof?. Alexandre Alves de Oliveira?, em Parna?ba, para anunciar as melhorias previstas para serem executadas naquela unidade universit?ria, bem como estimular alunos e professores a constitu?rem propostas de cria??o de n?cleos de pesquisa e extens?o a fim de consolidar a pol?tica da Universidade nessas duas ?reas, casadas com o ensino. Ambos formam o trip? de uma Institui??o de Ensino Superior.

Na presen?a da dire??o do campus, coordenadores, professores e alunos dos cursos de gradua??o em Enfermagem, Direito, Computa??o, Letras/Ingl?s, Letras/Portugu?s, Hist?ria, Biologia, Odontologia, Pedagogia, Agronomia e do Curso de Forma??o de Oficiais ? CFO, a reitora da Uespi, professora Val?ria Madeira, ressaltou que a Universidade vive um momento de planejar suas a?es, tendo como base a integra??o do ensino, pesquisa e extens?o e, tamb?m, trabalhar fortemente pela melhoria de sua infra-estrutura e, ainda, aumentar seu corpo docente e t?cnico efetivo, por meio de concurso p?blico. Todavia, todos que integram a comunidade universit?ria precisam se engajar nessa empreitada.

Para tanto, a reitora relacionou os avan?os que a Universidade vem colhendo nos ?ltimos anos, bem como destacou os projetos, com recursos assegurados, que ser?o implementados pela atual gest?o da Uespi no Campus de Parna?ba. A reitora esclareceu que o prop?sito da visita ?, tamb?m, escutar as demandas de todos os cursos e apontar formas de equacion?-las. A reitora afirmou ainda que, depois de se reunir com representa?es de todos os centros de ensino do Campus Poeta Torquato Neto e do Campus Cl?vis Moura, em Teresina, vai percorrer os campi do interior como o mesmo prop?sito, tendo iniciado por Parna?ba.

A reitora colocou que, al?m dos R$ 10,2 milh?es, disponibilizados pelo Minist?rio da Educa??o, por meio de emendas individuais e de bancada, o Governo do Estado disponibilizou mais R$ 12 milh?es, recursos pr?prios, a fim de intensificar a pol?tica de melhoria da estrutura da Universidade. Dos recursos assegurados pela Institui??o, pelo menos R$ 1,3 milh?o ser? investido no Campus de Parna?ba, com a compra de livros, constru??o de salas de aula, salas para professores, laborat?rios e equipamentos para os setores administrativo e acad?mico, por exemplo: datashow. Cada um dos cursos de gradua??o do Campus de Parna?ba, ter? entre R$ 10 a 15 mil para compra de acervo bibliogr?fico.

A coordenadora de Planejamento, Ant?nia Alves, informou que o Campus de Parna?ba tem entendido a pol?tica de elabora??o de projetos de capta??o de recursos dos ?rg?os de fomento, bem como por meio de emenda parlamentar e de bancada. ?Um exemplo foi a aprova??o de projeto junto ao Banco do Nordeste, bem como ? Codevasf, que vai possibilitar a cria??o de um centro de aq?icultura. Al?m disso, conseguimos a doa??o de um laborat?rio m?vel da Secretaria de Desenvolvimento Rural para o Curso de Agronomia. Quanto ? casa do mel, que ter? um papel de qualificar o produtor local, a estrutura f?sica est? pronta. Al?m disso, temos recursos assegurados para a aquisi??o de um micro?nibus para atender ? demanda dos alunos e professores, quando da necessidade de aulas de campo?, pontuou a coordenadora.

A pr?-reitora adjunta de Administra??o e Finan?as, professora Edileusa Maria de Sampaio, ressaltou que a Administra??o Superior da Universidade tem atendido as necessidades dos campi e n?cleos, dentro de suas possibilidades. A pr?-reitora destacou os esfor?os que a gest?o da Uespi faz no sentido de melhorar as condi?es de funcionamento de seus cursos, mas alertou sobre a necessidade de planejar as a?es por semestre, para que as demandas sejam providenciadas. ?Precisamos saber sobre o material de consumo permanente a ser utilizado pelos cursos por semestre letivo, tendo em vista que a Universidade tem que se preparar financeiramente. Aguardamos que os campi e n?cleos nos respondam ao pedido que fizemos?, pontuou a pr?-reitora adjunta, que informou aos presentes que a Universidade investiu, apenas em Parna?ba, R$ 230 mil no primeiro semestre de 2008.

A pr?-reitora de Ensino de Gradua??o, Maria C?lia Leal Silva, confirmou que a Universidade vai realizar concurso para professor efetivo e que o Campus de Parna?ba certamente ser? contemplado com vagas, a serem definidas pelo Conselho Universit?rio ? Consun. E informou tamb?m que os cursos que est?o passando por processo de reconhecimento ou renova??o de reconhecimento ter?o prioridade na distribui??o de vagas. J? a coordenadora de P?s-gradua??o, Marly Gondim Cavalcanti, falou da necessidade que os professores e alunos precisam se organizar em N?cleos de Pesquisa e registr?-los a fim de fomentar a pesquisa cient?fica e a p?s-gradua??o. Segundo ela, a partir do n?cleo criam-se as linhas que poder?o originar os cursos de p?s-gradua??o. ?O Ideal ? que os cursos nas?am do coletivo e n?o de indiv?duos?, pontuou.

A pr?-reitora de Extens?o, Assuntos Comunit?rios e Estudantis ? PREX, professora Socorro Machado, por sua vez, disse que a extens?o universit?ria precisa ser registrada na Pr?-reitoria. ?Precisamos e estamos em fase de conclus?o de um banco de dados, haja vista que necessitamos de um hist?rico da Universidade de extens?o universit?ria. Em alguns campi e n?cleos, desenvolvem-se v?rios eventos de car?ter extensionista e n?o tomamos conhecimentos ou temos ci?ncia apenas quando de pedidos de certifica??o. Mas a extens?o ? o elo da Universidade com a popula??o, por meio de a?es e presta??o de servi?o, que tenham o bem-estar social e a melhoria da qualidade de vida da popula??o como um dos objetivos?, afirmou a pr?-reitora.

Fonte: CCOM, www.pi.gov.br