Universitário e músico são presos acusados de cultivar maconha

Os dois cultivavam maconha em jarros e vasos em suas residências.

Policiais da Delegacia Especializada a Proteção e Repressão de Entorpecentes (Depre) prenderam, na manhã desta terça-feira (15/12), um estudante de Engenharia de Produção,  identificado como Raimundo Lázaro Ribeiro Leite, 20 anos, no bairro Piçarra, zona Sul de Teresina. 

De acordo com os policiais da Depre, o estudante, que é natural de Minas Gerais, confessou que cultivava maconha em jarros com fins 'recreativos'. No entanto, os policiais comprovam que o local também era utilizado para festas com direito a drogas e cigarros, o que, segundo eles, caracteriza boca de fumo.

Além disso, em vários cômodos da casa foram encontrados  pés ere maconha em estágio de crescimento e outras plantas semelhantes. Os policiais descobriram também uma laje,onde acontecia as festas. 

Um músico da banda Di Pileque, de nome Lucas Cardoso do Rêgo, de 18 anos, também foi preso acusado de manter plantação de maconha em jarro. Na entrada da residência do jovem os policiais encontram um vaso com maconha. 

A pena para quem cultiva, semeia ou planta droga é de 5 a 15 anos de prisão. 

Maconha era cultivada em jarros (Crédito: Divulgação/ Polícia Civil)
Maconha era cultivada em jarros (Crédito: Divulgação/ Polícia Civil)




Fonte: Portal Meio Norte