US$ 1 bilhão contra nova gripe nos EUA

Os gastos se somam aos 7,7 bilhões de dólares aprovados em junho pelo Congresso

Os Estados Unidos estão dispostos a gastar um bilhão de dólares em ingredientes para uma vacina contra a gripe A (H1N1). A informação foi dada neste sábado (11) pela secretária de Saúde dos EUA, Kathleen Sebelius. ?O Congresso concordou com o presidente que essa é a prioridade número um, mantendo os americanos salvos e seguros?, disse ela à rede de televisão CNN.

Os gastos se somam aos 7,7 bilhões de dólares aprovados em junho pelo Congresso norte-americano para o combate da da nova gripe.

Na última sexta-feira (10), a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo anunciou a segunda morte no Brasil por causa da nova gripe. A vítima foi uma menina de 11 anos de Osasco (SP). A primeira morte confirmada no Brasil ocorreu em junho, no Rio Grande do Sul, quando faleceu um caminhoneiro de 29 anos que havia trabalhado na Argentina.

A secretária de Saúde dos EUA prevê um programa de vacinação para outubro. ?Estamos trabalhando arduamente nisso, testando as variantes do vírus para ter a vacina pronta. Ela precisa ser segura. Por isso, os testes clínicos vão começar neste mês?.

Empresas farmacêuticas já estão trabalhando para preparar uma vacina contra a nova gripe. A Administração para Medicamentos e Alimentos dos EUA (FDA, na sigla em inglês) marcou para 23 de julho um encontro para discutir os testes realizados.

Desde 11 de julho, a gripe A (H1N1) é considerada uma pandemia pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Isso significa que já há vários focos da doença espalhados pelo mundo. Segundo o último relatório global, publicado pela OMS na última segunda-feira (6), há 94.512 casos de infecção em dezenas de países. Até agora, 429 pessoas já morreram.

Fonte: g1, www.g1.com.br