Vela Comestível: uma alegria a mais na comemoração de aniversários

Invento pode ser feito de qualquer material comestível – principalmente chocolate

O que fazer com a vela de aniversário, após o ?Parabéns a você...?? Guardá-la na gaveta, jogar no lixo? Não, agora é possível comer a vela ? que pode ser de chocolate ou de qualquer material comestível ? graças ao invento do professor mineiro Rockefeller Silva: a Vela Comestível.

O produto consiste de um pequeno recipiente contendo parafina e pavio, localizado no topo do corpo da vela - que pode ser feito de qualquer material comestível. No pequeno recipiente, há parafina suficiente para que a vela queime durante alguns minutos. Durante um aniversário, a vela é acesa, o aniversariante recebe as homenagens, faz o tradicional pedido e, em seguida, sopra o pavio. Depois, retira o recipiente com a parafina e o pavio do corpo da vela e pode comê-la à vontade.

Silva teve a ideia durante a festa de aniversário de um sobrinho. Depois que ele fez o pedido e soprou a vela, o tio disse, em tom de brincadeira: ?Agora come a vela!?. Foi então que o inventor passou a se perguntar: ?E por que não??. ?A vela só fica acesa por curto período de tempo e depois é descartada no lixo ou guardada numa gaveta qualquer. Portanto, um verdadeiro desperdício de dinheiro!?, observa.

Fonte: Assessoria