Vereador do PT quer uma CPI para investigar FMS

Vereador do PT quer uma CPI para investigar FMS

Se há problemas, e eles não são novos, para acabar com o circo vamos ter que apurar

Após as denúncias de desvio de verbas na Fundação Municipal de Saúde, o vereador Gilberto Paixão afirma que vai solicitar a instauração de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar as contas da fundação. "Se há problemas, e eles não são novos, para acabar com o circo vamos ter que apurar", disse ele ao meionorte.com.

A denúncia, levantada pelos atuais gestores da saúde de Teresina, o secretário municipal de saúde, Noé Fortes e o presidente da Fundação Municipal de Saúde, Luiz Lobão, além do secretário municipal de finanças, Admilson Lustosa Brasil, apontava para irregularidades existentes na Fundação Municipal de Saúde, entre elas o desvio de mais de R$ 30 milhões. O ex-presidente da fundação, o administrador João Rodrigues, negou o rombo afirmando que suas atitudes passavam pelo crivo de muita gente, pessoas já trabalhavam e ainda trabalham lá.

O vereador Paixão quer agora analisar as contas da Fundação de até 10 anos atrás, para saber o que é verdade e o que não é, e alerta: "Sei que haverá resistência para instaurar essa CPI, inclusive do prefeito. Mas se a resistência vier tanto da bancada do prefeito como do próprio prefeito, quer dizer que tem um rato podre lá dentro", afirmou o vereador.

Paixão dispensa a investigação de outros órgãos, como o Ministério Público e da Polícia Federal, e afirma que "quem tem que apurar isso é a câmara". "Não queremos palanque, queremos apurar nós mesmos", disse, A solicitação deve ser enviada pelo vereador depois do feriado de carnaval.

Fonte: Andrê Nascimento