Vereadores e Strans lançarão edital para regularizar mototáxis

Vereadores e Strans lançarão edital para regularizar mototáxis

Rodrigo Martins marcou uma reunião com o superintendente da Strans

O presidente da Câmara Municipal de Teresina, vereador Rodrigo Martins (PSB), e superintendente Municipal de Transportes e Trânsito de Teresina (Strans), Pang Yen Hsiao, reuniram-se ontem na Câmara para discutir a situação dos mototaxistas que atuam de forma irregular na capital. O encontro ocorreu a pedido da Associação dos Mototaxistas Clandestinos de Teresina que, na última terça-feira (29), solicitou à CMT que intermediasse uma negociação com o prefeito Firmino Filho.

Rodrigo Martins marcou uma reunião com o superintendente da Strans e membros da Associação para a próxima quarta-feira (6), às 14h30, na sede do órgão municipal. ?Recebemos os mototaxistas nesta semana e estamos a intermediar esse diálogo para que possamos verificar a legislação. A ideia é verificar também se a modificação na lei que estabelece a quantidade de mototaxistas por habitante é importante e seus impactos?, acrescenta Rodrigo.

Também estiveram presentes no encontro o diretor de Operação e Fiscalização da Strans, Coronel Hudson Lima, e os vereadores Teresinha Medeiros (PPS), Pastor Levino de Jesus (PRB), Major Paulo Roberto (PSD) e Jeová Alencar (PTC). Os mototaxistas irregulares pedem que os alvarás que foram cassados sejam redistribuídos entre os profissionais que atuam clandestinamente. Ao todo, seriam 71 documentos suspensos, segundo dados da categoria.

O superintendente da Strans garante que ouvirá a categoria para coletar as demandas, além de realizar um levantamento sobre a quantidade de mototaxistas que desconsideram a legislação. Pang Yen Hsiao adianta que há possibilidade de realizar uma seleção para redistribuição de alvarás, mas descarta que a intenção seja regularizar todos os clandestinos. ?Primeiro iremos ouvi-los com a presença dos representantes desta Casa para saber as demandas, o que pode ser feito e quantas vagas existem?, afirma Pang Yen Hsiao. (S.B.)

Fonte: Savia Barreto