Vinte e quatro crianças afegãs são encontradas nos esgotos de Roma

Dormiam em caixas de papelão nos esgotos e em subsolos não utilizados de uma estação

A Polícia italiana encontrou 24 crianças afegãs de 10 a 15 anos, que viviam sem seus pais nos esgotos de uma das maiores estações de trem de Roma, informou neste sábado (4) a imprensa italiana.

As crianças dormiam em caixas de papelão nos esgotos e em subsolos não utilizados da estação de Ostiense, uma das duas grandes estações de trem da capital italiana, indicou a Polícia ferroviária romana que as localizou durante uma vasta operação de controle de sem-teto nas estações de trem da capital.

As crianças, algumas em estado de saúde precário, foram deixadas a cargo dos serviços sociais da Prefeitura de Roma.

As autoridades não conseguiram estabelecer precisamente sua idade exata, situação familiar ou lugar de origem.

A hipótese mais provável é que elas tenham passado por Irã, Turquia e pelo Leste Europeu em caminhões antes de atravessar clandestinamente o mar Adriático em pequenas embarcações feitas de pneus ou escondidas em caminhões transportados em balsas, indicou o jornal La Repubblica.

Além das 24 crianças afegãs, 98 adultos foram encontrados vivendo nas mesmas condições na estação de Ostiense, dentre eles vários afegãos. Eles foram encaminhados para os serviços sociais e associações de caridade, segundo o La Repubblica.

Segundo a representação italiana da associação de caridade Save the Children, o número de menores afegãos encontrados nas ruas da capital italiana, aumenta constantemente, passando de 32, em 2004, para 264, em 2007.

Fonte: g1, www.g1.com.br