Catarina, a virgem do leilão, compara virgindade com passagem bíblica: ‘Vale mais do que o rubi’

Catarina, a virgem do leilão, compara virgindade com passagem bíblica: ‘Vale mais do que o rubi’

Como a experiência não deu certo, a estudante de 21 anos decidiu fazer um novo leilão

Ela está de volta e mais virgem do que nunca, garante a catarinense Ingrid Migliorini, que ganhou fama mundial como Catarina, a brasileira que lelilou sua virgindade pela internet no documentário "Virgins wanted", cobrando a baguetela de R$ 1,5 milhão. Como a experiência não deu certo, a estudante de 21 anos decidiu fazer um novo leilão, desta vez no Brasil, e criou o próprio site (Virgins Wanted2).

A atitude voltou a causar polêmica, mas quem disse que Catarina liga para isso? Em entrevista à Retratos da Vida, a jovem rebate as críticas, revela que posaria nua novamente e compara sua virgindade a uma passagem bíblica. "Na bíblia diz que a "virgindade vale mais do que o rubi" e o que eu achei interessante é que ambos são vermelhos, ou seja: a pedra por si só e o sangue que escorre de uma virgem", diz. Confira a seguir!

Por quê você decidiu leiloar a sua virgindade novamente?

Na verdade, não aconteceu o leilão quando anunciado da primeira vez e, então, eu decidi fazer meu próprio site e ver no que vai dar.

É verdade que sua mãe não gostou muito dessa ideia?

Minha mãe conversa comigo pacientemente como sempre fez sobre o que ela acha das coisas ou das minhas ideias, eu ouço tudo o que ela fala mas, a decisão final sobre o que me diz respeito, é minha.

Muitas pessoas te criticaram, dizendo que você quer aparecer com essa atitude...

Eu não estou pedindo a aprovação dessas pessoas para decidir o que eu devo ou não fazer e acho lamentável quem precisa da opinião de outros para decidir seus atos. E, quem diz que eu quero aparecer são justamente aqueles que fazem isso acontecer. Quem gosta de cuidar e criticar a vida alheia é porque no mínimo tem uma vida muito insignificante. Costumo sair de carro e, quando estou em locais públicos como praia e baladas, eu só ouço elogios.

Você posou para a "Playboy" na época do leilão. Pensa em posar de novo?

Se surgir oportunidade, sim.

Você ficou um tempo sumida da mídia, o que fez nesse tempo?

Eu não vivo em função da mídia. Meu tempo é muito bem preenchido fazendo coisas que eu gosto como estudar, ler, jogar tênis, aulas de piano, tango e outros. Às vezes, até me falta tempo para fazer tudo o que eu gostaria. Estou em Buenos Aires mas moro fixo em Itapema (SC).

Como tem se sustentado?

Apenas estudo e posso contar com a minha família no que for preciso e necessário.

Quais são suas pretensões profissionais para o futuro? No que deseja trabalhar?

Desejo algumas coisas tanto no ramo dos esportes como no cultural, como também na área da Geografia, que é a disciplina que eu mais gosto. Acho interessante conhecer a localização das coisas na terra. Meus pais queriam que eu estudasse medicina, minha irmã mais velha é médica. Eu acho uma profissão muito nobre, mais não tenho dom para medicina.

Você diz que ainda é virgem. Como dribla a vontade de fazer sexo?

Eu sou virgem e é fácil driblar a vontade quando não se tem. Eu não estou apaixonada ou a fim de ninguém, nunca fiz sexo e por enquanto estou de boa com isso. Se algum dia eu me apaixonar por alguém e esse alguém se apaixonar por mim, nós vamos fazer sexo com desejo, não importa se eu serei virgem ou não.

E o assédio dos homens, aumentou depois da fama?

Sim, talvez seja porque eu percebo mais hoje do que antes. Ou, por eu ser uma pessoa de certa forma conhecida por muitos.

Quanto pretende arrecadar em dinheiro leiloando a virgindade?

Por ora, não estou fazendo cálculos com isso.

Que exigências você faz para quem pretende fazer um lance? Há alguma restrição?

Há várias restrições, uma delas é o uso de preservativos, as outras estão expostas no site.

Algo mais que gostaria de falar?

Sim, quero dizer que ser virgem ou não, nada tem de impressionante nisso. Virgindade no conceito socio-cultural religioso, é apenas um termo criado pela sociedade para reprimir os desejos sexuais principalmente das mulheres pelo menos até o casamento. Na verdade é só uma película que existe na entrada da vagina para sua proteção, nada mais. Não sou eu quem dou tal valor para a virgindade e sim algumas pessoas que possuem grande desejo de possuir uma virgem, talvez seja uma fantasia. Há uma passagem na bíblia que diz que a "virgindade vale mais do que o rubi" e o que eu achei interessante é que ambos são vermelhos, ou seja: a pedra por si só e o sangue que escorre de uma virgem. Bem, cada mulher sabe o valor do seu rubi, né? Ah, você poderia ajudar a divulgar meu instagram? É catarina_migliorini.

Fonte: Extra