Vítima envia mensagem para seu tio momentos antes de avião desaparecer no sudoeste do Pará

Vítima envia mensagem para seu tio momentos antes de avião desaparecer no sudoeste do Pará

Tempestade suspendeu as buscas por avião que sumiu em Jacareacanga

"Motor do avião pifou e vamos cair. Diz para mamãe que a amo muito", escreveu a técnica de enfermagem Rayline Campos, que estava no bimotor que desapareceu próximo a Jacareacanga, sudoeste do Pará, no fim da manhã desta terça-feira (18). Segundo a Funai, a arenave transportava uma equipe de saúde de Itaituba até uma comunidade indígena em Jacareacanga. De acordo com informações preliminares, cinco pessoas estavam a bordo.

A mensagem de Rayline foi enviada para o celular do tio, Rubélio Santos. "Recebi a mensagem às 13h. Imediatamente tentei ligar para ela, mas só dava fora de área. Então avisei para um colega meu que trabalha na Infraero e ele avisou sobre a situação", relata. "Temos esperança que ela esteja viva, sim. Temos fé em Jesus", declarou o tio da enfermeira.

De acordo com a Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa), por volta de 12h40, o piloto do avião entrou em contato com um colega e informou que havia uma pane em um dos motores da aeronave, e que por isso, tentava encontrar uma área para fazer um pouso forçado. Segundo a Aeronáutica, o avião desapareceu às 12h55.

Buscas suspensas

Um helicóptero da Força Aérea Brasileira foi deslocado de Manaus para realizar buscas em Jacareacanga. No entanto, no começo da noite, um tempestade impediu que o trabalho prosseguisse e as buscas foram suspensas. De acordo com a Aeronáutica, um avião pelicano do esquadrão de buscas e resgate saíra de Campo Grande (MS) para auxiliar na procura pela aeronave no Pará na manhã de quarta-feira (19).

De acordo a Agência nacional de Aviação Civil (Anac), a situação da aeronave desaparecida, de matrícula PR-LMN, estava regular. A Inspeção Anual de Manutenção (IAM) e o Certificado de Aeronavegabilidade (CA) estavam em dia.

Um novo contato foi feito com a empresa Jotan Taxiaéreo, dona na aeronave desaparecida. No entanto, a empresa informou que ainda não irá se procnunciar a respeito do caso.

Fonte: G1