Vizinho é suspeito de agredir idosa por deixar lixo em calçada

Vizinho é suspeito de agredir idosa por deixar lixo em calçada

Testemunha afirma que suspeito gritou "levanta, sua velha!" após agressão

A ex-funcionária pública Emília Monteiro, de 80 anos, registrou ocorrência por agressão, nesta terça-feira (5), contra um vizinho, que mora na casa em frente a da aposentada. De acordo com a polícia, a vítima e testemunhas relataram que a idosa foi espancada pelo empresário durante uma discussão. Ele teria pedido à vizinha que ela parasse de jogar lixo na calçada da própria casa. A Polícia Civil investiga o caso.

O caso aconteceu na rua C9 do Conjunto Ajuricaba, bairro Planalto, Zona Centro-Oeste da capital. Em entrevista, Emília disse que o vizinho a agrediu por volta das 17h30 desta segunda (4), mas antes disso sempre reclamava das coisas que ela deixava na calçada. "Eu estava arrumando uns sacos de lixo na minha calçada, para o lixeiro levar depois, quando ele passou de carro, parou e perguntou "isso vai ficar aqui?". Eu respondi "te interessa?". Foi quando ele desceu e me derrubou, me pisoteou e me xingou de várias coisas. Algumas pessoas gritaram que estavam chamando a polícia e ele parou", relatou.

A doméstica Amanda Bastos, de 30 anos, viu o episódio e informou que o empresário fugiu de carro após a agressão. "Ele parou o carro na frente da casa dela, pegou uma tábua, jogou em cima de uma planta e derrubou a dona Emília no chão. Na queda ela bateu o rosto. Depois disso, ele a puxou pra cima gritando "levanta, sua velha", entrou no carro e foi embora", detalhou a testemunha, que ainda disse estar sofrendo com ofensas por parte dos amigos e familiares do empresário.

Quem levou Emília na delegacia foi a dona de casa Elina Siqueira, que também mora no Conjunto e ficou chocada com a violência que a vizinha sofreu. "Eu não vi a confusão e só soube de tudo um dia depois, quando vi o olho ferido da dona Emília ao cumprimentá-la. Ela costuma incomodar a vizinhança pelo temperamento forte e a quantidade de entulho acumulada na casa dela, mas nada justifica essa atitude", justificou.

Câmeras de segurança situadas em frente à casa de Emília estão sendo usadas na investigação. A reportagem tentou falar com o suspeito, mas ele não estava em casa. O caso foi registrado na Delegacia do Idoso, localizada no bairro Parque 10, Zona Centro-Sul de Manaus.


Vizinho é suspeito de agredir idosa por acumular lixo em calçada

Fonte: G1