Vizinhos tentaram apagar incêndio que matou casal de idosos

Vítimas morreram dentro do apartamento, no Centro de Goiânia. Corpo de Bombeiros acredita que vazamento de gás provocou o fogo.

Utilizando equipamentos anti-incêndio, vizinhos tentaram apagar, em sucesso, o incêndio no apartamento onde um casal de idosos acabou morrendo, na madrugada de domingo (3), no Centro de Goiânia. As chamas destruíram o completamente o imóvel. ?Tinha muita fumaça e muito fogo, mas quando eu cheguei embaixo, o incêndio já estava sendo combatido com as mangueiras do prédio, o que evitou que o fogo se propagasse ainda mais?, acredita o policial rodoviário Alexandre Souza.


Vizinhos tentaram apagar incêndio que matou casal de idosos

O casal morava no 1º andar do prédio, onde deveria ser um depósito, e estava dormindo quando o incêndio começou. Alguns vizinhos escutaram o estouro antes do fogo começar, causado, provavelmente, por um vazamento de gás. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o hidrante instalado no edifício, que tem quatro andares, foi essencial para combater o incêndio.

?Há duas semanas tínhamos conferido todos os equipamentos de segurança do prédio e estava tudo certo. Isso ajudou muito para que o fogo não se alastrasse?, afirma o capitão do Corpo de Bombeiros Hélio Gonzaga.

Entretanto, um morador contou que a falta de respeito de alguns condutores dificultou o trabalho de combate às chamas. ?Os bombeiros tiveram muita dificuldade para entrar no prédio por causa dos carros que ficam estacionados em locais proibidos. Eles tiveram que ficar com os veículos na rua para tentar combater o fogo. Se não tivesse hidrante instalado no prédio, tinha pegado fogo nele todo?, acredita Waldir Júnior.

As vítimas tiveram queimaduras em 50% do corpo, mas a corporação acredita que a causa da morte tenha sido asfixia. Segundo o Corpo de Bombeiros, eles possivelmente morreram porque não conseguiram sair de um dos cômodos. ?O casal colocou um armário obstruindo a passagem entre a sala e cozinha, onde tinha uma saída?, explica o capitão dos Bombeiros Hélio Gonzaga. Ele ainda declara que o local não era propício para moradia. ?Como embaixo do prédio existem lojas, o andar de cima não é adequado para habitação?, ressalta.

O casal era proprietário de um bar no Mercado Central de Goiânia, que fica ao lado do prédio onde moravam. De acordo um segurança do local, eles trabalhavam no mercado havia 40 anos. Em luto, o Mercado Central ficou fechado no domingo.

Fonte: G1