Voo é cancelado após turbina de avião explodir no Ceará

O caso aconteceu por volta das 11h30 da manhã deste sábado (23).

Uma aeronave da empresa Avianca precisou interromper um procedimento de decolagem no aeroporto Orlando Bezerra de Menezes, em Juazeiro do Norte. Após taxiar pela pista, a aeronave do voo 6377, que seguia com destino a São Paulo com 102 passageiros a bordo, se preparava para levantar voo quando um forte estrondo, seguido por grande quantidade de fumaça, gerou pânico entre os passageiros e fez com que o comandante da aeronave decidisse cancelar a decolagem. O caso aconteceu por volta das 11h30 da manhã deste sábado (23).


Image title

Depois de conseguir parar o avião em um dos trechos da pista, o comandante do voo anunciou aos passageiros que a aeronave havia sofrido uma pane em um dos motores. Desesperados e confusos por causa da fumaça que invadia o interior do avião, os passageiros correram em direção as saídas de emergência e para as portas da aeronave. Uma senhora passou mal e, após ter sido retirada do avião, precisou ser atendida por uma equipe do Samu.

Um veículo da brigada de incêndio do aeroporto foi deslocado ao local onde o avião permaneceu estacionado como forma de prevenir alguma situação de maior gravidade. Os passageiros foram retirados da aeronave e conduzidos ao terminal do aeroporto onde permaneceram aguardando informações da empresa.

“Foi desesperador. Havia muita fumaça, muita gente gritando e as pessoas corriam em direção das saídas de emergência. Graças a Deus que nada de mais grave aconteceu. Estou feliz em estar viva”, disse a passageira Lucilene Santiago, que havia embarcado em Fortaleza. Ela garantiu que, por falta de condições emocionais, permanecerá em Juazeiro do Norte e somente amanhã deverá tomar novo voo com destino a capital Paulista. “Não tenho condições de voar hoje. Não tenho nervos suficientes”, disse.

O passageiro Thiago de Alencar Silva, que viajava ao lado de uma filha menor de idade, avaliou que o momento de maior tensão foi quando a fumaça começou a invadir a aeronave. “O pessoal todo se apavorou. O avião já estava pronto para voar. O piloto conseguiu parar o avião e acalmar todo mundo. Ele anunciou que foi um problema no motor e pediu para todo mundo descer do avião”, contou o passageiro.

Sem pronunciamento

A reportagem tentou conversar com a empresa Avianca sobre os problemas mecânicos que impediram o voo 6377 seguir destino à São Paulo. No guichê da companhia em Juazeiro do Norte, no entanto, nenhum funcionário quis falar sobre o assunto. Foi informado, porém, que todos os passageiros serão remanejados em outros voos com destino a São Paulo durante o dia de hoje ou amanhã (24). A empresa também se responsabilizou pela acomodação dos passageiros em hotéis da cidade e pelos gastos com alimentação.

Fonte: Com informações do Diário do Nordeste