Governador busca em Brasília melhorias para aeroporto de Teresina

Governador participou de audiência com o presidente da Infraero.

O governador Wellington Dias participou, nessa quarta-feira (10), em Brasília, de audiência com o presidente da Infraero, Antônio Claret de Oliveira, e membros da diretoria da empresa pública para tratar da aviação regional no estado do Piauí. Acompanhou o governador no encontro o deputado federal Silas Freire (PR).

De acordo com o chefe do executivo, na oportunidade, a Infraero apresentou propostas de melhoramento tanto para o aeroporto de Teresina, quanto para os aeroportos regionais piauienses.  “Em Teresina, a empresa trabalha com propostas de melhoramento e para encontrar alternativas para um novo aeroporto.  Está sendo criado um grupo de trabalho voltado para uma alternativa que tenha sustentação técnica para a construção de um novo terminal e já dispõe de um projeto pronto, no modelo de Regime Diferenciado de Contração Pública (RDC), que é menos burocrático e que permite a empresa vencedora a autorização para concluir novas etapas do projeto, com parte dele já em execução”, explica Wellington.

A informação é que três áreas estão sendo estudadas para a construção de um novo terminal de passageiros e que já há o interesse de empresas privadas para um centro desenvolvido que interligue o aeroporto à porto seco, anéis viários e rodovias que integram a capital, permitindo que seja gerado um centro de carga e descarga, impulsionado o comercio varejista e de atacado.

“Esse projeto tem total apoio do Governo do Estado do Piauí e é uma das prioridades da nossa gestão. A bancada também tem trabalhado para tornar viável a execução, viabilizando emendas parlamentares que poderiam ser priorizadas, tendo em vista que falta uma definição de fonte”, revela o governador.

Wellington também tratou de aeroporto regionais como o de São Raimundo Nonato e Floriano e disse que a Infraero vai apresentar uma relação de projetos que ficaram prontos e que há muito interesse do Estado para que sejam construídos, a exemplos dos aeroportos de Picos, Oeiras, Paulistana e Uruçuí. “O Piauí vai contar com um programa de aviação regional que permite interligar todo o estado por via aérea”, enfatiza Dias.

Fonte: Portal do Governo do Piauí