Wellington defende maior tributação para álcool e cigarros

"O Congresso precisa tomar medidas públicas de repressão ao consumo do álcool", disse o senador.

O presidente da Subcomissão de Políticas Sociais sobre dependentes químicos de Álcool, Crack e outras Drogas, senador Wellington Dias (PT), defendeu mudanças na legislação para proporcionar uma maior tributação na venda de bebidas alcoólicas e cigarros. Segundo ele, o álcool e o fumo são drogas tão prejudiciais a saúde quanto o crack e a maconha, devendo receber as mesmas práticas de repressão dadas a estas por parte do Governo.

Dias defendeu ainda a promoção de restrições na veiculação de propagandas de cerveja e cigarros. ?Temos que tratar as drogas como drogas e realizar as punições cabíveis para quem as comercializa. Para isso é necessário que existam regras claras de comercialização e que não seja permitido a realização de propaganda?, disse.

Wellington Dias afirmou que o Congresso Nacional precisa tomar medidas públicas de repressão ao consumo do álcool e cigarro. ?Vamos apresentar um relatório em que constam os males causados por estas drogas. É preciso coragem para tomarmos medidas públicas. Ou essas medidas serão tomadas por nós, ou serão tomadas pela próxima geração nesta Casa. Espero que seja pela nossa?, comentou.

De acordo com o senador, o Governo deve desenvolver políticas públicas que atuem na prevenção, no tratamento e na reinserção dos dependentes químicos na sociedade.

*Confira matéria completa no Jornal Meio Norte de hoje (27/4/2011)

Fonte: Lídia Brito