Zoobotânico de Teresina será usado para pesquisas

O acordo está sendo firmado com a Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Piauí (SEMAR).

CONFIRA A REPORTAGEM COMPLETA NA EDIÇÃO DESTA QUINTA-FEIRA (25) DO JORNAL MEIO NORTE

O Parque Zoobotânico de Teresina será utilizado pelos alunos da Universidade Federal do Piauí (UFPI) para realizarem as atividades de Pesquisa e Extensão dos cursos do Centro de Ciência Agrárias - CCA. A parceria beneficiará ambas as instituições que necessitam de mão de obra especializada e um laboratório para a multiplicação de trabalhos de iniciação científica. O acordo está sendo firmado com a Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Piauí (SEMAR).

De acordo com o diretor do CCA, o professor Dr. Firmino Barbosa o Zoobotânico é o maior laboratório vivo do Estado que precisa urgentemente ser utilizado academicamente. Por isso, é importante que os estudantes usufruam de um lugar com uma fauna e flora tão rica. “A presença da academia no Parque é um antigo sonho que tivemos desde que ocupamos o cargo de Diretor Técnico da antiga Fundação Zoobotânico do Piauí de 1987 a 1990, para que ela cumprisse seu efetivo papel de também promover ensino, pesquisa e extensão”, explica.

Inicialmente somente os cursos de Agronomia e Zootecnia, onde mais de dez disciplinas serão ofertadas dentro do Parque. Vários estudos serão realizados com a parceria, como o estudo de comportamento das espécies animais em cativeiro, a fauna silvestre em liberdade, estudos para fornecer melhores alimentos aos animais de acordo com as peculiaridades fisiológicas e as condições de clima. Além de análises que possibilite a implementação e a multiplicação de espécimes animais e vegetais, a recomposição da flora natural do Parque e a distribuição de silvícolas nativas para outras regiões piauienses.

Clique aqui e curta a página do meionorte.com no Facebook

Fonte: Rhauan Macedo