Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Acesse a versão para celular

Polícia prende 2º suspeito de matar família brasileira na Espanha

O crime chocou todo o mundo.

Polícia prende 2º suspeito de matar família brasileira na Espanha
Familia | Reprodução
Compartilhe
Google Whatsapp

Na manhã desta sexta-feira (28), a Secretaria de Segurança e Defesa Social e Delegacia de Homicídios de João Pessoa confirmou a prisão de um segundo suspeito de participação na morte da família paraibana na Espanha.

Na última quarta-feira (26), o acusado de matar o casal de paraibanos Marcos Nogueira e Janaina Américo e os dois filhos deles esquartejados, François Patrick Gouveia participou da reconstituição do crime e, segundo o tio de Patrick, o jovem não demonstrou nenhum arrependimento de ter cometido o crime.

Impedido de participar diretamente da reconstituição, Walfran acompanhou o processo do lado de fora do chalé, em Pioz, na província espanhola de Guadalajara. “Ele [Patrick] não mostra nenhum tipo de arrependimento, ele está super calado, frio. Em todos os depoimentos dele, é centrado, tranquilo. E isso até assusta a polícia pelo fato de ele não mostrar remorso”, declarou.

Segundo Walfran, durante a reconstituição, Patrick repetiu o que já havia dito em depoimento à Guarda Civil, a polícia federal da Espanha. “Ele não conta como matou as crianças, ele diz que esqueceu de como fez o ato com as crianças. E ele conta também que, antes de matar meu irmão, ele esperou meu irmão chegar e ficou conversando com ele 30 minutos lá no jardim da casa, na piscina, e, ao entrar na casa, ele disse que meu irmão virou pra ele e, automaticamente, ele atacou com uma facada. Já tinha matado as duas crianças e a mulher, Janaína”, relatou.

Antes de voltar ao Brasil, o irmão de Marcos explicou que teve acesso às informações da investigação que estão em segredo de justiça. “Tive acesso às fotos, que mostram a brutalidade que fizeram com minha família”, comentou.

Sobre uma provável alegação de insanidade mental de Patrick, Walfan disse que é natural haver um argumento da defesa. “Ele tem que se defender. Mas, vai ser examinado pelos médicos e peritos e ver se realmente ele tem isso mesmo. Acho difícil ele escapar dessa porque o crime chocou muito aqui na Espanha e o povo está querendo justiça”, declarou.

Jovem confessou o crime (Crédito: Reprodução)
Jovem confessou o crime (Crédito: Reprodução)
Família foi morta na Espanha (Crédito: Reprodução)
Família foi morta na Espanha (Crédito: Reprodução)

Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp
Carregar os comentários (0)

comentários

fechar comentários
Nenhum comentário feito até o momento

veja também

Recomendamos

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto