Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Acesse a versão para celular
Bom dia Meio Norte

"Eles chamaram os menores para dormir na mesma cela e matar durante a noite", afirma diretor da Sasc

Diretor | Reprodução
Compartilhe
Google Whatsapp

Na noite do último sábado (19), dois adolescentes, um de 16 e outro de 15 anos, foram assassinados com inúmeras perfurações de espetos dentro do pavilhão B do Centro Educacional Masculino (CEM), no bairro Itaperu, na zona Norte de Teresina.

De acordo com o diretor da unidade de atendimento socioeducativo da Secretaria da Assistência Social e Cidadania (Sasc), Ancelmo Portela, três menores assumiram a culpa no crime. “A informação que eles mesmos falam inclusive foi delatado na frente do próprio juiz que estava lá presente foi que houve uma discussão, até porque o ambiente era o mais tranquilo possível, inclusive houve a comemoração do aniversário de um deles dentro do próprio alojamento onde se encontravam o acusado que matou e uma das vítimas, então a motivação foi criada no período da tarde após a visita. Eles de maneira astuciosa convidaram esses adolescentes que vieram a morrer, a dormir na própria cela e na calada da noite quando já se encontravam recolhidos cometeram esse duplo homicídio simultaneamente em alojamentos separados”, declarou o diretor.

Image title

O diretor destacou ainda que de imediato o juiz da infância e juventude esteve presente no local do crime como também os policiais da delegacia de homicídios. “A perícia técnica e a delegacia do menor vão apurar o ocorrido. Os menores foram levados à Central de Flagrantes e encontram-se recolhidos no Complexo”, disse.

Ainda segundo Ancelmo Portela, mães dos menores já foram flagradas levando drogas para dentro do CEM. “A gente tem feito o que é possível, por exemplo, hoje nenhum menor do Piauí dorme no chão, todos eles tem colchões, nós aumentamos as atividades de lazer no CEM, o campo de futebol que se encontrava parado já está em pleno funcionamento, nós fizemos um convênio com a SEDUC e com o MEC onde foram proporcionados mais de 20 cursos profissionalizantes inclusive para o menor e até estendido ao familiar dele é remunerado. A família também não pode esquecer do seu papel, só esse mês foram três mães flagradas tentando levar droga para dentro do Centro, então não é o Estado que tem que assumir por total aquele interno, a família também tem sua responsabilidade. A gente tem que sentar com os familiares, nós vamos fazer um trabalho de ressocialização pelo lado familiar dando uma assistência possível, agora infelizmente foi um homicídio criado pela natureza humana do menor, ele assume de maneira fria, sem motivo, por uma discussão, ele alega que o outro xingou a mãe dele. A estrutura infelizmente não nos ajuda, é antiga, nós ja fizemos o máximo de limpeza geral, nós vamos quebrar o que tem possível de quebrar, para que não possam mais tirar retirar nenhum objeto perfurante”, afirmou o diretor.

Image title



Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp
Carregar os comentários (0)

comentários

fechar comentários
Nenhum comentário feito até o momento

'veja tamb'ém

Recomendamos

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto