mais

Pedra nos rins: saiba tudo sobre os tipos, causas, sintomas e tratamento

São resultados da falta de líquido na urina, que cria um ambiente propício para a formação desses cristais

Pedra nos rins são cristais formados de sais e minerais que se alojam nos rins ou se movimentam pelo trato urinário até a uretra. Eles são resultados da falta de líquido na urina, que cria um ambiente propício para a formação desses cristais. 

A urina é composta de vários resíduos que se cristalizam e atraem outros elementos. Normalmente, esses resíduos são filtrados pelos rins, porém, a ausência de líquido e maior número de resíduos impossibilita a quebra desses componentes, o que resulta na formação de pedras

Os componentes que formam a pedra nos rins são cálcio, oxalato e ácido úrico. 

A condição é comum, mais de meio milhão de pessoas vão parar no pronto socorro por ano por sua causa. É estimado que uma em cada dez pessoas tenha pedra nos rins pelo menos uma vez na vida. 

Pedra nos rins: sintomas, causas e tratamentos Pedra nos rins: sintomas, causas e tratamentos 

Tipos de pedra 

Existem quatro tipos de pedra nos rins, que podem identificar a sua causa. São elas: 

-Pedra de cálcio: são as mais comuns, formadas pelo o cálcio é combinado com o oxalato na urina. O oxalato é um componente feito pelo fígado ou absorvido na forma de alimentos como frutas e vegetais. Essas pedras, geralmente, são derivadas de fatores dietéticos, distúrbios metabólicos ou altas doses de vitamina D. As pedras de cálcio também podem aparecer na forma de fosfato de cálcio e são mais comuns em casos de condições metabólicas. 

-Pedra de estruvita: são resultados de infecção no trato urinário. Geralmente são maiores e têm poucos sintomas.

-Pedra de cistina: são formadas em pessoas com uma condição hereditária chamada cistinúria.

-Pedra de ácido úrico: mais comum em pessoas com síndrome metabólica, diabetes ou que seguem uma dieta com pouca fibra, rica em proteínas. Também pode ser resultado da perda de líquido por causa de diarreia crônica ou má absorção. Pode ser hereditária, assim como a pedra cistina, e é formada pela concentração alta de purinas no organismo. 

Causas

Algumas causas para a formação de pedra nos rins são: 

-Desidratação

-Não beber água o suficiente

-Comidas com muito sal ou açúcar

-Suplementos de vitamina C

-Excesso de proteína e oxalato na dieta

-Medicamentos como diuréticos, anticonvulsivantes, corticosteróides, inibidores de protease e descongestionantes

-Condições médicas como diabetes, cirurgia de bypass gástrico, doença inflamatória intestinal, gota ou doença de Dent

-Histórico familiar da condição

-Obesidade

Uma pesquisa realizada no Hospital Infantil da Filadélfia, nos Estados Unidos, também indica que uma possível causa para os aumentos de casos de pedra nos rins é o aquecimento global. De acordo com especialistas, acredita-se que os casos da condição aumentem em 2,2% ou 3,9% dependendo do número de emissões de gases do efeito estufa. 

Os cientistas envolvidos na pesquisa afirmam que isso se dá pelo aumento da temperatura geral do planeta. Essas temperaturas podem resultar em maiores casos de desidratação, que é uma das principais causas das pedras no rim. 

Sintomas

Os sintomas da pedra nos rins só acontecem quando ela se movimenta pelo trato urinário. Se a formação se aloja na uretra, ela pode impedir o fluxo de urina e causar o inchaço do rim. Nesses casos, os sintomas mais comuns são: 

-Dor intensa e aguda abaixo das costelas

-Dor na parte inferior do abdômen a na virilha 

-Sensação de queimação ou dor ao urinar

-Sangue na urina

-Náusea e vômito

-Febre e calafrios

-Urina com mau cheiro

Tratamento 

O tratamento da pedra nos rins é feito com acompanhamento médico e na maioria das vezes não precisa de medicamentos. É comum que o médico indique que o paciente beba mais água, para que elas sejam excretadas junto com a urina. Outra forma de tratamento é por um remédio que relaxa os músculos da uretra, que facilita a excreção das pedras. 

Se as pedras forem muito grandes, é recomendada uma cirurgia. Existem dois tipos de cirurgia para a remoção de pedras nos rins, uma inclui a quebra da pedra em pequenos fragmentos que então facilita sua excreção pela urina. A outra inclui a remoção manual da pedra por um endoscópio. 

Tópicos

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail