População reclama de insegurança no Centro de Teresina

Nos três primeiros meses deste ano foi registrado mais de mil casos de assalto na região, segundo o 1° Distrito Policial.

Um homem identificado como Fábio Cardoso de Sousa, 33 anos, foi morto a golpes de faca após realizar um roubo na praça da bandeira, centro de Teresina na última sexta-feira (13). O acusado de esfaquear o homem é um idoso que teria sido vitima do assaltante minutos antes.

A insegurança no Centro de Teresina faz parte da rotina da população que tem que passar diariamente na região. Nos três primeiros meses deste ano foi registrado mais de mil casos de assalto na região, segundo o 1° Distrito Policial. Com a violência e o medo constante a alternativa é tentar se proteger.

De acordo com o Capitão Juraci, do 1ºBatalhão da Polícia Militar, o policiamento ostensivo na região do Centro foi reforçado.“Na verdade, isso é um problema muito comum na região central de Teresina. A Polícia Militar, justamente em razão desse tipo de ação delituosa, intensificou esse policiamento ostensivo diário. A PM se faz presente todos os dias, e é comum também a condução de vários meliantes para Central de Flagrantes por conta desse tipo de crime tão comum. Infelizmente, nós temos uma Legislação muito fragilizada, esse pessoal volta novamente a praticar os mesmos delitos. Esse do caso já era conhecido, impetrou essa tentativa de lance, a vítima reagiu e ele (acusado) acabou sendo vítima de um ato iniciado por ele mesmo”, afirmou.

O Coronel Carlos Teixeira, do 1ºBPM, cita que mulheres, idosos e até deficientes são os mais vulneráveis.

“Como já foi bem dito aqui, esses indivíduos conhecidos como ‘lanceiros’, procuram agir por um determinado perfil de vítima, geralmente procuram idosos, mulheres e até cadeirantes. A Polícia Militar, através do 1ºBPM, intensifica principalmente o policiamento nessa área do Mercado Central, Praça da Bandeira, Rio Branco”, informou.

O coronel cita algumas dicas para evitar roubos e pequenos furtos na região central de Teresina.”São procedimentos de segurança. Eles são: evitar falar ao celular; cuidado com a bolsa porque geralmente eles procuram pessoas distraídas”, disse.







logomarca do portal meionorte..com