Debate Meio Norte com candidatos ao Governo do Piauí

Rede Meio Norte realiza primeiro debate com candidatos ao Governo do Piauí

Encerrada

Cobertura iniciada em 16/08/2022 - 19:32
  • 06h:06m
    Quarta-feira 17/08/2022

    ASSISTA AO DEBATE COMPLETO

    ASSISTA AO DEBATE COMPLETO

  • 23h:20m
    Terça-feira 16/08/2022

    Quarto bloco do Debate MN é marcado pelas considerações finais

    O quarto e último bloco do Debate Meio Norte 2022 foi marcado pelas considerações finais dos canddiatos ao Governo do Piauí.

    Geraldo Carvalho:  Muito obrigado a Meio Norte pelo debate, a todos os candidatos, parabéns a Teresina pelos seus 170 anos, quero convidar a classe trabalhadora, a juventude, os servidores públicos, aposentados, para que a gente possa contribuir uma sociedade socialista, com democracia operária e popular. A nossa candidatura é uma alternativa que queremos construir com dependência de classe, então e dia 2 de outubro vote 16, com Geraldo Carvalho governador e Vera presidente.

    Quarto bloco do Debate MN é marcado pelas considerações finais - Imagem 1

    Lourdes Melo: Nesse momento queria dizer que somos do PCO, queremos convidar a juventude, as mulheres, homens e toda a classe trabalhadora a se filiar ao PCO, não só para votar, mas apara lutar. Nós temos um programa para as eleições e depois das eleições e nesse momento só Lula é capaz de reverter toda essa situação. Vamos votar com Lula e fora Bolsonaro.

    Quarto bloco do Debate MN é marcado pelas considerações finais - Imagem 2

    Silvio Mendes: Parabéns e obrigado ao Sistema Meio Norte de Comunicação, cumprimentar os candidatos e dizer que o Piauí tem muitos problemas e dizer que todo problema tem solução e o piauiense tem pressa, eu também tenho pressa. Nós estamos prontos, sou candidato a governador pelos 18 anos de experiencia na gestão pública, tenho mãos limpas, por isso, peço seu voto e meu número é 44. Até lá.

    Quarto bloco do Debate MN é marcado pelas considerações finais - Imagem 3

    Coronel Diego Melo: Sou candidato a governador com muita honra. Sou cristão, pai, que luto pela família, quero muito registar a paz e a dignidade do povo do Piauí e eu convido você a se somar  nossa luta junto ao lado do presidente Bolsonaro, o melhor presidente da história do Brasil, que tem levando investimentos, emprego, renda, recursos, chega de PT, chega de trevas, de paz, tranquilidade e com fé em Deus vou resgatar a dignidade do povo do Piauí.

    Quarto bloco do Debate MN é marcado pelas considerações finais - Imagem 4

    Gustavo Henrique: Ser patriota independe de ser de direita e esquerda e ser família também, aqui temos um candidato que adota um comportamento negacionista e temos aqui um candidato tirado do bolso que impede a alternância, então peço eleitor que nos de uma oportunidade  e o Gustavo henrique com o numero 51 temos o compromisso de olhar sempre para frente e conto com seu voto.

    Quarto bloco do Debate MN é marcado pelas considerações finais - Imagem 5

    Rafael Fonteles: Eu quero agradecer a Deus pela oportunidade, a TV Meio Norte e ao povo do Piaui, especialmente a você que nos assiste  que nesse momento quero pedir humildemente o seu voto de confiança para essa missão, estamos preparados com energia, experiencia, coragem para enfartar os desafios e a nossa missão é cuidar de gente, garantir oportunidades de estudo e de trabalho. Garantir que você melhore de vida, então conto com você, vamos juntos com fé e esperança de melhorar o futuro do Piauí. Vote Lula presidente e Rafael governador.

    Quarto bloco do Debate MN é marcado pelas considerações finais - Imagem 6

    Gessy Lima: Piauiense quando a proposto de mudar encontrar a coragem de fazer o futuro acontece. Tenha coragem de desejar um futuro melhor, eu junto com você somos a via de esperança a via que vai levar o Piauí a uma mudança real. Eu sou Gessy, a sua candidata ao governo do Piauí e o meu numero é 20.

    Quarto bloco do Debate MN é marcado pelas considerações finais - Imagem 7

    Madalena Nunes: Agradecer a TV Meio Norte, as pessoas que estão nos assistindo, dizer que é muito importante o debate, mas é importante que as pessoas acompanhem os partidos, é muito importante conhecer os programas de governo, temos propostas que voce pode contribuir. Meu nome é Madalena, candidata do PSOL e meu número é 50. Queremos derrotar Bolsonaro no primeiro turno.

    Quarto bloco do Debate MN é marcado pelas considerações finais - Imagem 8

    Ravenna Castro:  Piauiense guarde meu nome, uma pessoa humilde, uma pessoa simples igual a você e venho aqui pedir a oportunidade para que possamos fazer um governo para os mais pobres e necessitados, peço para que analisem que não entreguem as chaves da casa para quem representa a elite. Eu sou Ravenna Castro, do PMN, 33, advogada, jornalista, professora, de família humilde igual a você. 

    Quarto bloco do Debate MN é marcado pelas considerações finais - Imagem 9

    FOTOS: RAÍSSA MORAIS 

  • 22h:44m
    Terça-feira 16/08/2022

    Lourdes Melo ataca Gessy Lima: "Quer assumir o papel de opressora"

    Pergunta Lourdes Melo - Eu vejo que você está se oportunistamente entrando no campo que não seria da democracia, você defende os empresários, não a classe trabalhadora, não a mulher, você defende um setor querendo iludir. 

    Resposta Gessy Lima - Não sei em que a senhora se embasa para fazer esses ataques a minha pessoa, eu sou mulher, sou empreendedora, nasci no Dirceu, defendo os empresários porque eu sei o que é viver do outro lado do balcão, viver com um salário-mínimo, ir para casa de ônibus, a senhora profere ataques sem conhecer a minha história, eu não represento a elite, mas apoio o empreendedor, você ataca o agronegócio, imagina se hoje o empresário do agronegócio disser que não vai mais produzir, onde é que nos vamos comprar alimentos? Nem todo munto tem condição de comprar no quintal da sua casa.

    Foto: Raíssa MoraisFoto: Raíssa Morais

    Réplica Lourdes Melo – Você afirma que as mulheres possam viver de empreendedorismo, acha que botar uma banquinha a pessoa vai conseguir viver de forma que vai suprir suas necessidades, isso é uma enganação, você defender quem lhe empregou, quem lhe empregou é o patrão, é o opressor, você quer assumir esse papel de opressora, você é uma pessoa reacionaria, que está aqui querendo posar de defensora.

    Tréplica Gessy Lima - Eu defendo o empresário, o cidadão comum que teve coragem de arregaçar as mangas, eu desenvolvi minha capacidade de trabalhar em equipe, aprendi muita coisa com meu trabalho, tenho orgulho da minha história, eu hoje sou empreendedora, comecei pequena, sou uma média empreendedora e emprego cinco pessoas. 

  • 22h:36m
    Terça-feira 16/08/2022

    Madalena Nunes pergunta para Lourdes Melo sobre investimento no agronegócio

    Madalena Nunes pergunta para Lourdes Melo: Como você vê esse investimento no agronegócio onde expulsa as comunidades tradicionais de suas terras para beneficiar as grandes empresas?

    Foto: Raíssa Morais Foto: Raíssa Morais 

    Resposta Lourdes Melo: Eu queria primeiro apresentar os candidatos do PCO, nós temos como candidata a governadora a professora Lourdes Melo, candidata a senadora Albetiza Moreira, temos o deputado federal Clover José, Marli Soares, temos deputado estadual Francisco Monteiro e como candidato a presidência o presidente Lula. Com relação a reforma agrária tem que ser a reforma das origens.

    Réplica Madalena Nunes: Esse modelo que privilegia o rico tem que mudar, as terras tem que ser garantidas para as comunidades tradicionais, porque tem tanta fome no nosso país se exportamos toneladas de grãos para outros países, então a culpa da fome no Brasil é do agronegócio.

    Tréplica Lourdes Melo: É preciso que a reforma agrária volte para a mão dos trabalhadores, é cortar os arames, abrir as cancelas. O latifundiário não sabe nem pegar na enxada, nós defendemos que é preciso melhorar a vida do trabalhador no campo.

  • 22h:31m
    Terça-feira 16/08/2022

    Ravenna Castro questiona Madalena Nunes sobre a educação para os mais pobres

    Pergunta Ravenna Castro - Eu gostaria de saber sobre qual o incentivo que o seu governo vai dar para as classes mais humildes conseguirem um diploma de ensino superior no Piauí?

    Resposta Madalena Nunes - Nós temos um grande desafio porque até um tempo as pessoas negras, pobres não entravam na universidade, hoje elas entram mas isso é resultado de nossa organização, a elite ataca os nossos direitos, as conquistas dos nossos direitos é garantida pela nossa luta, é lógico que precisamos estar em um estado democrático. 

    Foto: Raíssa MoraisFoto: Raíssa Morais

    Réplica Ravenna Castro - Eu gostaria de dizer para o povo piauiense não desistir da educação, eu sou prova viva isso, fui filha de pais desempregados, só não morremos de fome porque eramos sustentados pelos meus avós, eu sustento meus pais, minha filha porque sou mãe solo, tenha orgulho de seu diploma, eu batalhei, estudei para ter, queria exaltar a educação porque só interessa as elites que você fique debaixo do chinelo, quem luta para que você não tenha diploma é quem serve as elites.

    Tréplica Madalena Nunes - Importante você saber que o seu partido apoia esse desgoverno que é contra a educação que corta a verba da educação, que corta as políticas de reformas neoliberais, a política neoliberal do Bolsonaro é que predomina no Piauí. 

  • 22h:28m
    Terça-feira 16/08/2022

    Coronel Diego Melo indaga Ravenna Castro sobre diminuição de impostos

    Coronel Diego Melo perguntou para a candidata Ravenna Castro: Qual seu projeto para diminuição de impostos e burocracia no Estado do Piauí?

    Coronel Diego Melo indaga Ravenna Castro sobre diminuição de impostos  - Imagem 1

    Foto: Raíssa Morais 

    Reposta Ravenna Castro: Procurando taxar quem tem mais dinheiro, não aquele pequeno e micro empresário que já está sufocado, então se o maior tem mais nada mais justo do que ele ser taxado, é esse que pegou a pancada maior não tem como sair da situação, dar a cesar o que é de césar e dar a Deus o que é de Deus e não penalizar quem já está penalizado.

    Réplica Diego Melo: Hoje nós temos a maior carga tributária do Brasil, esse partido das trevas sugou todo dinheiro do trabalhador, criou mais de 70 secretarias, diminuir impostos para atrair desenvolvimento, eu convoco a todos os empresários para irmos juntos criar emprego e renda.

    Tréplica Ravenna Castro: Eu não acredito que quem tem o rabo preso vai conseguir tributar seus amigos, até porque esse povo serve as elites e me custa a acreditar que esse povo vai tributar seus aliados. Eu não acredito que o governo nascido das elites consiga trabalhar para os pobres.

  • 22h:22m
    Terça-feira 16/08/2022

    Geraldo Carvalho confronta Coronel Diego sobre ações de Bolsonaro

    Pergunta Geraldo Carvalho – O presidente Bolsonaro baixou um decreto proibindo a divulgação dos dados do seu cartão corporativo por 100 anos, esse mesmo decreto também proíbe a divulgação de demais escândalos do seu governo. O que você acha que ele está escondendo?

    Resposta Coronel Diego – Não existe essa de decreto que proíba divulgação de escândalos por 100 anos, o presidente Bolsonaro trabalha com muita transparência, faz um governo exemplar, não teve sequer uma denúncia de corrupção, diferente do período do PT que o senhor defende que fez escândalo em cima de escândalo, transformaram a Petrobras em uma empresa corrupta. É assim que quero trabalhar, eu como governador vou trabalhar com honestidade, não roubando e não deixando roubar, defendendo bandido, ex-presidiário.

    Foto: Raíssa MoraisFoto: Raíssa Morais

    Réplica Geraldo Carvalho – Concordo, é hora de afastar os bandidos do poder, afastar todos eles, seja do lado do Bolsonaro, seja do lado do PT, todos aqueles que estimulam a violência, ele estimula a violência contra as mulheres, população LGBT, negros, e você como um membro da polícia acha e defende que a polícia deve ir para a periferia massacrar, exterminar a juventude pobre e negra. Por que isso? Nós precisamos da sua posição.

    Tréplica Coronel Diego – O senhor está equivocado, o presidente respeita muito todos os brasileiros, independente de cor, raça, origem, opção sexual, ele não usa as pessoas para enganar, manipular e manter um projeto corrupto de poder.

  • 22h:19m
    Terça-feira 16/08/2022

    Silvio Mendes questiona propostas sobre desenvolvimento para Geraldo Carvalho

    Silvio Mendes pergunta para Geraldo Carvalho a respeito do desenvolvimento do Piauí: O Piauí já foi a maior quarta economia do Piauí, atrás de São Paulo, Rio e Minas e hoje estamos no final da fila. O que você faria para trazer desenvolvimento no estado?

    Silvio Mendes questiona propostas sobre desenvolvimento para Geraldo Carvalho  - Imagem 1

    Foto: Raíssa Morais 

    Resposta Geraldo Carvalho: O desenvolvimento é de trazer empresas para renuncia fiscal e essa política deixa muito pouco benefícios para o povo do Piauí e a nossa política é sem renúncia fiscal e com recursos e potencialidade do Estado do Piauí. Não existe sociedade nenhuma desenvolvida sem reforma agrária e sem investir em educação, ciência e tecnologia.

    Réplica Silvio Mendes: Dentro da competitividade seja de empresas privas e publicas é preciso algumas regras básicas como a qualificação profissional, segurança no trabalho e eficiência, além disso diminuir as terceirizações.

    Tréplica Geraldo Carvalho: Nós não acreditamos em milagre, vocês querem passar a idade de que as empresas vem para cá para gerar desenvolvimento e emprego, e não é isso que acontece, as empresas que vêm para cá para sugar nossas riquezas, roubar nossas terras, poluir nossas águas. 

  • 22h:14m
    Terça-feira 16/08/2022

    Gustavo Henrique confronta Silvio Mendes sobre a eficiência da cloroquina

    Pergunta Gustavo Henrique - Em um outro momento perguntamos a você baseado em uma entrevista dada em junho de 2020, onde você fez uma tentativa de incentivar a cloroquina e você colocou uma médica como se houvesse uma eficiência, isso é verdade?

    Resposta Silvio Mendes – Essa é uma pergunta recorrente, já te expliquei isso, a pandemia está acabando, eu quero discutir a saúde. O que fazer para ampliar o acesso, nós sabemos fazer o que nos fizemos em Teresina, fortalecer a relação estado e município. Nos seremos parceiros do município, é obrigação do estado fazer, nos fizemos três maternidades com recursos próprios.

    Foto: Raíssa MoraisFoto: Raíssa Morais

    Réplica Gustavo Henrique – Discutir a saúde é natural, mas miado de gato, rabo de gato, pelo de gato, na minha opinião é ser gato, dizer que não tem predileção para um candidato e dizer que não se deve discutir é engano. Eu entendo sim que o estado tem suas obrigações que precisam ser cumpridas, há muito deficit, ameaças de prefeitos entrando na justiça, e aqui acolá há um remendo, mas nós precisamos destacar que temos que ter responsabilidade com a nossa gente. 

    Tréplica Silvio Mendes – Nós temos três níveis de governo, município, Estado e União. O Governo do Piauí é omisso, ficaram devendo mais de 30 milhões de reais a Teresina e deve todos os 224 municípios, por falta de repasses, isso é criminoso, governo eficiente tem que fazer. 

  • 22h:10m
    Terça-feira 16/08/2022

    Rafael Fonteles pergunta para Gustavo Henrique sobre projetos para Cultura

    Ainda no terceiro bloco do Debate Meio Norte, o candidato Rafael Fonteles perguntou para o candidato Gustavo Henrique a respeito da cultura.

    Rafael Fonteles pergunta para Gustavo Henrique sobre projetos para Cultura - Imagem 1

    Foto: Raíssa Morais

    Pergunta Rafael Fonteles: A cultura do povo é muito importante, não só para o lazer, mas para a geração de emprego e renda e valorização do povo e qual sua proposta para melhorar a cultura do Piauí?

    Resposta Gustavo Henrique: Primeiro desassociando o a política da secretária, mas não podemos virar a página sem discutir quem faz a cultura, precisamos chamar a sociedade que faz cultura para que de fato sente a mesa e que de fato possa discutir quem faz e quem consome a cultura. É preciso apoiar mais produções, precisamos olhar para frente independente da ideologia, porque a grande massa não quer saber dessa questão de direita e esquerda, mas sim de desenvolvimento.

    Réplica Rafael Fonteles: O Estado do Piauí foi um dos únicos estados que ampliou os recursos na cultura durante a pandemia, vamos fortalecer o patrimônio público e o apoio aos artistas piauienses. Cultura ;e geração de emprego, renda e oportunidades e também da valorização do povo, por isso vamos valorizar ainda mais a cultura.

    Tréplica Gustavo Henrique: Eu tenho viajado o Piauí e tenho observado algumas regiões do nosso estado com muita carência para quem produz a cultura e isso passa uma sensação de ineficiência e por isso defendemos que precisamos ouvir quem faz e quem consome cultura.