Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

ABIN terá concurso para 230 vagas que pagam até R$ 13,3 mil

As jornadas de trabalho são de 40 horas semanais.

ABIN terá concurso para 230 vagas que pagam até R$ 13,3 mil
Abin. | Reprodução
Compartilhe

A Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), vinculada ao Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República, aguarda autorização do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) para o pedido de abertura de concurso visando o preenchimento de um total de 230 oportunidades em dois cargos de níveis médio e superior.

Das ofertas, 30 serão para o cargo de agente de inteligência e 200 para a carreira de oficial de inteligência. O primeiro posto exige nível médio e conta com remuneração inicial de R$ 5.287,57, sendo R$ 4.914,57 de salário e R$ 373 de auxílio-alimentação. Já para concorrer a oficial, o candidato deve possuir nível superior. O salário previsto é de R$ 13.333,86, somados R$ 12.960,86 de vencimentos e R$ 373 de auxílio-alimentação. As jornadas de trabalho são de 40 horas semanais e, além da escolaridade exigida, os candidatos devem possuir Carteira Nacional de Habilitação (CNH), no mínimo, na categoria B (carro).

Para ambos os cargos, a última seleção teve edital divulgado em 2010 e foi organizada pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB). Na ocasião, foram ofertadas 80 vagas. As oportunidades para oficial (50) eram nas áreas de administração (10), planejamento estratégico (1), arquitetura (1), arquivologia (1), ciências contábeis (1), jornalismo (1), publicidade e propaganda (1), estatística (4), desenvolvimento e manutenção de sistemas (7), direito (8), educação física (1), engenharia civil (1), engenharia elétrica (1), pedagogia (1), psicologia (4), serviço social (1) e suporte a rede de dados (6). Para agente (30), os postos eram para as áreas de administração (13), contabilidade (2), edificações (1), eletrônica (4) e tecnologia da informação (10).

Os concorrentes foram submetidos às etapas de provas objetivas (com 150 questões, sendo 40 de conhecimentos gerais ? língua portuguesa e atualidades ? e 110 de conhecimentos específicos) e discursiva (redação); investigação social e funcional; avaliação médica; e curso de formação em inteligência na Escola de Inteligência (ESINT).

O oficial de inteligência é responsável por planejar, executar, coordenar, supervisionar e controlar as atividades de gestão técnico-administrativas, suporte e apoio logístico: produção de conhecimentos de inteligência, ações de salvaguarda de assuntos sensíveis, operações de inteligência, atividades de pesquisa e desenvolvimento científico ou tecnológico, direcionadas à obtenção e análise de dados e à segurança da informação e atividades de construção e manutenção de prédios e outras instalações; desenvolver recursos humanos para a gestão técnico-administrativa e apoio logístico da atividade de inteligência; e desenvolver e operar máquinas, veículos, aparelhos, dispositivos, instrumentos, equipamentos e sistemas necessários às atividades técnico-administrativas e de apoio logístico da atividade de inteligência. Já ao agente de inteligência, cabe oferecer suporte especializado às atividades decorrentes das atribuições do oficial.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar