Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Blogueiro e cerimonialista morre por complicações da Covid-19 no Piauí

Hélio Bezerra não resistiu às complicações da doença

Compartilhe

O blogueiro e cerimonialista Hélio Bezerra, morreu na madrugada deste domingo (24/01) após contrair Covid-19, em Parnaiba. Ele estava internado no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA), na cidade de Parnaíba, Litoral do Piauí e não resistiu às complicações da doença. As informações são do Piauí em Dia. 

Seu estado clínico era estável, mas devido às complicações no aparelho respiratório, ele teve sua situação agravada. Nas redes sociais, familiares e amigos se despedem do comunicador com publicações de mensagens de conforto. Ainda não informações sobre velório e sepultamento.

Além de blogueiro, Hélio também era comunicador e cerimonialista, tendo organizado vários eventos em Parnaíba.  As suas atividades foram reconhecidas por muitas pessoas ilustres. Seu nome era sinônimo de profissionalismo e competência. Hoje, os milhares de amigos que o admiravam e o cercavam, choram a partida desse grande profissional da comunicação parnaibana.

Blogueiro Hélio Bezerra morreu no litoral do Piauí

No sábado (23), o Piauí ultrapassou à triste marca de 3 mil mortos pela Covid-19. Isso em menos de um ano do início da pandemia. O número é tão assustador que ele é superior a toda a população de Tanque do Piauí. Na verdade não apenas maior que ela, mas de outras 13 cidades piauienses que tem menos de 3 mil moradores. É como se todos esses moradores de uma desses 14 municípios do Estado fossem completamente dizimados, sumissem do mapa. 

Para os especialistas o crescimento do número de mortes por Covid-19, não apenas no Piauí, mas no mundo como um todo, está diretamente relacionado ao comportamento social das pessoas, principalmente ao não cumprimento das normas de contenção para a transmissibilidade da doença como, por exemplo, a falta do uso de máscara; a não higienização das mãos e, o mais preocupante, a continuidade de aglomerações. Isso tudo não aplicado provoca um aumento no número de caso, que por sua vez uma alta nas internações resultando, no final, em um crescimento nos óbitos. É geométrico. 

Boletim Covid-19 divulgado pela Sesapi no sábado (23)



Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar