Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Deputado morto por coronavírus no Rio usou protocolo de cloroquina

Gil Vianna começou a ter os primeiros sintomas da doença no início deste mês, no Rio de Janeiro

Compartilhe
Google Whatsapp
Siga-nos

O deputado estadual Gil Vianna (PSL), de 54 anos, morreu com Covid-19 por volta das 22h desta terça-feira (19) em um hospital particular de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. A informação foi confirmada pela assessoria do parlamentar, que era pré-candidato à Prefeitura de Campos, onde também já atuou como vereador.

Gil Vianna era policial militar reformado e estava em seu segundo mandato na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). Era líder do PSL na casa. Ele, que tentava se recuperar da doença no Hospital Unimed, deixa a esposa e três filhos. A morte do deputado também foi confirmada pela Alerj.

Segundo o colunista Lauro Jardim, do 'O Globo', o parlamentar foi tratado com cloroquina. A administração do medicamento, associado a outros, é protocolo do Hospital da Unimed em que ele estava internado, em Campos dos Goytacazes (RJ), para pacientes de coronavírus em estado grave.

Gil começou a ter os primeiros sintomas da doença no início deste mês, no Rio de Janeiro. Lá, fez o exame, que confirmou o novo coronavírus. Ele foi internado inicialmente em um leito clínico, mas teve uma piora no quadro e precisou ir para a UTI na última semana.



Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp
Siga-nos

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar