Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Em meio a reabertura, taxa de transmissão chega ao menor índice em THE

Em videoconferência nesta quarta-feira, 29 de julho, o prefeito da capital mostrou ainda uma nova queda na contaminação, desta vez, de 2%

Compartilhe

Em videoconferência na manhã desta quarta-feira, 29 de julho, o prefeito Firmino Filho (PSDB) apresentou os resultados da décima quinta rodada da pesquisa epidemiológica, realizada entre os dias 24 e 26 de julho em todas as zonas da capital, com 900 testes e entrevistas. O levantamento sorológico mostra que houve uma nova queda de 2% na curva de infectados; ao todo, 197.963 teresinenses teriam sido contaminados pelo novo coronavírus. 

O índice de transmissibilidade, denominado R0, caiu novamente e chegou ao menor patamar desde o início da pandemia: 0,62; ficando dentro do recomendado pelas autoridades sanitárias. Ou seja, cada contaminado transmite o vírus para no máximo uma pessoa, ou sequer o transmite.

Mesmo com a reabertura, Teresina atinge nova queda na contaminação pela Covid

A pesquisa sinaliza que até o momento, a reabertura econômica não afetou a curva descendente do novo coronavírus, tendo em vista que a demanda de leitos clínicos e de consultas gripais continua caindo.

“Mesmo com a reabertura as consultas gripais continuam a cair, mostrando que a lógica da curva epidemiológica é muito próprio; a atividade econômica não conseguiu anular a queda na circulação do vírus. Não existe nenhuma evidência que a economia prejudicou significativamente”, afirmou.

O prefeito reverberou que nos últimos dias houve uma leve alta na demanda de leitos de terapia intensiva, porém, o indicativo pode ter influência no aumento de pacientes vindos do interior para a capital.

“Houve uma leve tendência de queda, voltou a crescer porque vai até contra o que é apresentado nas pesquisas, uma das possibilidades é que houve um aumento dos pacientes do interior. É uma evidência, já que a demanda em Teresina vem diminuindo, já que a demanda de leitos clínicos vem caindo. O fato de que os leitos de UTI estão aumentando e os de enfermaria vagando é uma evidência que os pacientes estão vindo do interior”, frisou.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar