Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Firmino defenderá 'lockdown forte' nas próximas duas semanas em THE

Pesquisa mostrou que pela primeira vez, taxa de transmissão em Teresina fica abaixo de 1; porém, escalada na ocupação de leitos preocupa

Compartilhe

Em transmissão ao vivo realizada nesta quarta-feira, 17 de junho, o prefeito Firmino Filho (PSDB) apresentou os dados da nova rodada da pesquisa sorológica feita entre os dias 12 e 14 de junho. Nisto, o levantamento estima 133.532 infectados na capital piauiense, ou  seja, aproximadamente 15%  da população. Além deste indicativo, a pesquisa mostra pela primeira vez uma taxa de reprodução (R0) abaixo de 1, chegando ao índice recomendado pela Organização Mundial de Saúde. No entanto, o líder municipal destacou que é preciso cautela ao analisar o ponto, que será comprovado ou não no próximo levantamento.

“Chegamos em 133.532 positivados, o que representa cerca de 15% da população. Chegamos a um dado importante que mostra a evolução dos infectados, o IGG caso venha a dar positivo significa uma espécie de imunidade, e o IGM representa que a pessoa está infectada naquele momento”, disse.

O prefeito apontou ainda para  uma queda no número de infectantes, um indicativo importante e que pode refletir numa queda na ocupação de leitos de enfermaria e de terapia intensiva nas próximas duas semanas.

“Neste final de semana pela primeira vez o número de pessoas infectantes decresceu no comparativo à semana anterior, caindo de 41.340 para 34.594, mas temos que ter uma precaução, pois trabalhamos com estatística, por isso vamos observar esse dado com atenção na próxima semana para confirmar ou não a queda na infecção, mas evidentemente traz uma luz ao final do túnel, é um dado novo que ainda não tinha  aparecido”, afirmou.

Quanto a taxa de infecção, o indicativo ficou em 0,83, bem abaixo do 1,5 registrado na rodada anterior. “Pela primeira vez o R0 ficou abaixo de 1, chegando a 0,83, precisamos confirmar nas próximas pesquisas este valor. Com o R0 menor do que 1 vamos estar numa situação em que a doença estará encolhendo na cidade”, afirmou.

O prefeito indicou que é necessário um esforço final para que a retomada possa ser mais rápida. Assim, o líder municipal defendeu um lockdown forte nas próximas duas semanas, e se reunirá com o governador Wellington Dias (PT) para que medidas mais rígidas sejam adotadas. 

"Medidas mais duras podem ser tomadas para termos um final mais rápido desta situação. Sabemos que é importante que se faça, mas se quisermos acabar logo com essa história tem que reforçar o isolamento, o próprio MP, a Justiça e a imprensa devem trabalhar para subir esse isolamento, tem que ser colocada a tragédia que está acontecendo na nossa cidade", disse. 

A arrancada nos óbitos  e na ocupação de leitos preocupa demasiadamente a Prefeitura. "Defendo que podemos fazer nas próximas duas semanas um lockdown forte em Teresina, por isso estamos conversando com o Governo do Estado. Apelo para que façamos um esforço concentrado nas próximas semanas para voltar mais rápido", afirmou.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar