Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Conheça o barbeiro que viralizou na web com cortes ‘indestrutíveis'

O cabelo se mantém intacto mesmo com várias interferências.

Conheça o barbeiro que viralizou na web com cortes ‘indestrutíveis"
11 | Reprodução/ Instragram
Compartilhe

Se você é um usuário fiel das redes sociais, deve ter visto nos últimos dias um vídeo para lá de curioso mostrando um corte de cabelo \"indestrutível\". As imagens contidas nele bombaram na internet e a gravação foi compartilhada em diversos sites.

O corte mostrava um topete colorido que chamava a atenção por um motivo: não desfazia por nada. O cabelo se mantinha intacto mesmo com várias interferências. Deram marteladas no cabelo, colocaram um frigobar em cima e até mesmo uma motocicleta. O que logo se tornou um viral nas redes sociais, entretanto, esconde uma emocionante história de superação. Trouxemos para você, caro leitor, a história de vida de Ariel Barbeiro, o dono do \"corte indestrutível\".

\"
(Crédito: Reprodução)


História

Ariel Franco de Melo, mais conhecido como \"Ariel Barbeiro\" é um paulista de 25 anos nascido na Vila Brasilândia, periferia da zona norte da capital. Ele é o responsável pela criação do então famoso corte indestrutível e seu compartilhamento na internet. Ele passou por muitas dificuldades antes de se tornar uma referência popular. Aos 13 anos, o profissional dos cabelos entrou para o mundo do crime. Essa vida durou quase 10 anos, quando ele conseguiu sair. Durante toda a sua infância, Ariel se viu influenciado por valores que hoje vê como incorretos para uma criança.

\"Eu pensava que a vida que eu tinha que viver era de dinheiro, carro e fama. E queria conseguir isso pelo crime\", disse ele. Aos 19 anos ele foi preso por tráfico de drogas. Durante seu tempo na cadeia, várias vezes se perguntou se era isso que ele realmente queria para sua vida. \"Eu me perguntava o que tinha feito da minha vida\", afirma. Mesmo se questionando, ainda continuou envolvido com o crime dentro da prisão, até que foi colocado em uma cela solitária após uma confusão, o que fez com que ele repensasse mais uma vez.

Vídeo:


Na cela, ouviu de um colega a seguinte questão: \"por que você não corta cabelos?\". Essa era a ideia de que o tempo passasse mais rápido, pois sua pena era de cinco anos em regime fechado. Ariel topou. Ele não só aceitou a proposta como passou a amar aquilo. Ele passava os dias treinando com uma gilete em seus colegas. Ficava das 8h as 3h da manhã, todos os dias, cortando cabelos pelo presídio. \"Era hora de mostrar para minha família que estava determinado a mudar de vida\", disse ele.

Ele era esperado fora da cadeia por sua esposa Laís da Silva Gomes e as filhas Esther da Silva Melo e Katarinna da Silva Grego. Perto de completar 2 anos preso, chegou à Ariel a informação de que ele poderia terminar de cumprir a pena em regime aberto. Assim que saiu de lá, pediu a um amigo sua máquina de corte emprestada. Foi aí que ele passou a cortar o cabelo das crianças o seu bairro gratuitamente. Após obter êxito no novo trabalho, ele passou a cobrar pelos cortes.

\"
(Crédito: Reprodução)


Um dos amigos que viveu com ele na prisão também cortava cabelos, incluindo de famosos jogadores de futebol. Ele quem indicou que o jovem se profissionalizasse. \"Ele disse que eu precisava estudar para fazer daquilo uma oportunidade de vida\". Após concluir alguns cursos, Ariel conseguiu aumentar sua clientela e, é claro, a exigência. \"O que virou minha chave foi quando um cliente reclamou que os cortes amassavam na hora de dormir\", disse. Foi aí que ele se dedicou a criar produtos mais resistentes e passou a trabalhar exclusivamente para conseguir isso.

Um dia um de seus clientes amassou o cabelo com as mãos e esse voltou ao normal. \"Todo mundo ficou assustado. Na hora, peguei meu celular, gravei e postei no Instagram\", lembra ele. A rede passou a ser sua plataforma de divulgação. Os posts não bombavam muito no início, pois a qualidade das imagens era baixa. Ele então pensou em investir em um equipamento de iluminação. \"Eu precisava mostrar o meu trabalho da melhor forma\", relatou Ariel. Hoje o seu Instagram conta com mais de 126 mil seguidores.



Todo mundo queria um topete que não amassasse, foi aí que o corte blindado ganhou mais fama. Ele passou a testar a durabilidade do seu trabalho dando marteladas, \"frigobarzadas\" e até mesmo colocar uma motocicleta em cima. Ele foi de fenômeno local para mundial em questão de dias. Até mesmo um veículo norte-americano compartilhou sua história no Facebook. O seu vídeo conta hoje com mais de 55 milhões de reproduções e seu negócio foi amplamente expandido. Ele tornou-se palestrante e seminarista.

Em sua barbearia há dois funcionários que realizam cerca de dez cortes diariamente. O famoso blindado custa R$ 80,00 e pode durar até sete dias sem perder o formato. Sua agenda já está lotada até boa parte do ano de 2019. O jovem foi convidado para dar palestras fora do Brasil, em países como: Chile, Colômbia, Itália e até Alemanha. \"É muito gratificante tudo isso acontecendo\", disse. Ele destaca-se pelo sinal de silêncio que faz em seus vídeos. Segundo ele, é uma resposta às pessoas que desacreditaram que um ex-detento pudesse crescer. \"Em vez de responder verbalmente, eu respondo com silêncio e trabalho\", finalizou.

\"
(Crédito: Reprodução)


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar