Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Conheça o drone ambulância que pode salvar vítimas de ataque cardíaco

Uma ambulância leva aproximadamente 10 minutos para chegar até o indivíduo, enquanto o drone levaria cerca de 1 minuto.

Compartilhe
Google Whatsapp

Estima-se que um drone voando a mais de 100 km/h poderia fornecer atendimento em apenas 1 minuto para vítimas de ataques cardíacos. As informações são do Razões para Acreditar

Muito além de prover belíssimas fotografias em casamentos, vídeos panorâmicos, os drones podem ser úteis para uma infinidade de outras aplicações, como transportar órgãos humanos em tempo recorde para transplante.

Em Ruanda, nação centro-oriental africana, uma empresa chamada Zipline já trabalha com a entrega aérea de bolsas de sangue e insumos médicos a partir de um centro de distribuição na capital, Kigali.

Crédito: Reprodução/YouTube TU Delft

Em apenas 30 minutos, os insumos são entregues aos seus destinos, como hospitais e clínicas, que não precisam mais esperar 4 horas por suprimentos que vinham antes pelo chão.

Na outra ponta do mundo, na Suécia, o Instituto Karolinska testa desde 2014 o protótipo de um drone que incorpora um desfibrilador portátil em sua estrutura para atendimentos médicos emergenciais em pessoas que sofreram um ataque cardíaco.


Segundo a entidade, uma ambulância leva aproximadamente 10 minutos para chegar até o indivíduo, enquanto o drone levaria cerca de 1 minuto, graças a uma rede de aeronaves que se deslocariam a 100 km/h acima do chão, garantindo ajuda em tempo recorde.

Na prática, o tempo de atendimento seria reduzido em dez vezes, garantindo grande eficiência e uma maior possibilidade de sobrevivência do indivíduo atingido.

Segundo o idealizador dos drones suecos, o ganho de eficiência aumentaria as chances de sobrevivência de uma pessoa infartada em até 80%.

Crédito: Reprodução/YouTube TU Delft


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto

×