Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Cuidado! Slime feito em casa representa risco à saúde das crianças

Especialistas alertam para os efeitos tóxicos do produto feito em casa.

Compartilhe
Google Whatsapp

O slime é febre entre os mais novos. O que não faltam são tutoriais no YouTube ensinando como preparar a massinha grudenta e elástica. No entanto, especialistas alertam para os efeitos tóxicos do produto feito em casa.  As informações são do Hypeness

A adição do composto químico bórax na confecção do slime pode causar inchaço, vermelhidão e queimaduras no contato com a pele. O bórax também é conhecido como borato de sódio. Trata-se de um mineral derivado da mistura de um tipo de sal com ácido bórico.

O risco aos pequenos é grande e se ingerido ou inalado em grandes quantidades, o bórax pode provocar dores abdominais, náuseas, vômito e até hemorragia no sistema digestivo. Tem mais, o contato constante com as mãos aumenta o risco de dermatites, desgaste das digitais e lesões.

Crédito: Reprodução

“O grande problema do slime é ter o bórax na composição. O mais perigoso é ingerir o bórax, colocando a mão suja de slime na boca, por exemplo”, explicou ao G1 a pediatra Ana Escobar.

A médica alerta aos pais para que não permitam que o bórax não seja usado na produção dos slimes caseiros. A Proteste – Associação Brasileira de Defesa do Consumidor, ressalta que os slimes industrializados, aprovados pelo Inmetro, são mais seguros para as crianças.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) classifica o bórax como substância altamente tóxica e permite apenas concentrações de no máximo 20% nos produtos vendidos no Brasil.

Canadá e União Europeia já alertaram para os efeitos da substância. Um parecer emitido pela agência de saúde canadense em 2016 recomenda que os pais evitem o bórax. Em estudo, o órgão concluiu que grandes níveis de ácido bórico possuem grande potencial de causar problemas na saúde reprodutiva e no desenvolvimento de crianças e fetos.

Crédito: Reprodução


Siga nosso canal no telegram
Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto