Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Em aparição rara, 'Lula-porquinho' é filmada no oceano pacífico

Estes animais costumam viver em profundidades de 100m

Compartilhe
Google Whatsapp

Pesquisadores a bordo do veículo de exploração Nautilus avistaram um animal inusitado. Conhecido como Lula Porquinho, o animal estava a aproximadamente 1,40m de profundidade. A descoberta surpreendeu a equipe de cientistas a bordo, já que o animal costuma viver em profundidades de 100m. As expedições, assim como a embarcação utilizada e mais outros veículos operados remotamente, são financiados pela Ocean Exploration Trust, uma organização sem fins lucrativos. A informação é do Mega Curioso.

No vídeo, podemos ouvir um dos pesquisadores falar “O que é você?” enquanto o animal aparece na tela. “Aquilo é uma lula? Acho que é uma lula. É como uma lula inflada com pequenos tentáculos e um chapeuzinho que fica balançando por aí. E parece que ela tem um manto enorme e inflado! Eu nunca vi algo parecido antes.”

Nautilus Live 

Essa é uma boa descrição da Lula Porquinho, cujo nome científico é Helicocranchia pfefferi. Ela é conhecida pelo seu sifão, que lembra o focinho de um porco. As Lulas Porquinho, assim como outros cefalópodes, têm corpos bem diferentes dos outros animais que vemos na superfície. Ao invés de terem seus membros e cabeça juntos a um corpo, as lulas têm seu corpo (ou manto) e tentáculos juntos a sua cabeça. Além disso, esses animais não possuem ossos ou exoesqueleto.

A proporção entre o manto e os tentáculos da Lula Porquinho é um dos fatores determinantes em como elas se movem pelo oceano. De acordo com os cientistas da Nautilus, o manto delas é repleto de amônia, que é utilizada pela lula para regular a flutuabilidade.

Nautilus Live 

Essa expedição da Nautilus tem o objetivo de explorar as águas profundas do Monumento Nacional Marinho, que fica próximo ao atol Palmira, o recife Kingsman e a ilha Jarvis, territórios controlados pelos Estados Unidos. A equipe de cientistas da Nautilus frequentemente disponibiliza filmagens em alta qualidade de criaturas estranhas.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto

×