Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Estudo catarinense vai testar cannabis em médicos da linha de frente

A ideia é atenuar efeitos da guerra contra o coronavírus no psicológico de profissionais da saúde

Compartilhe

Um estudo desenvolvido pela Universidade Federal de Santa Catarina vai testar cannabis em médicos e enfermeiros que estão na linha de frente no combate ao novo coronavírus. A ideia é testar o tratamento de transtornos do humor e ao todo são mais de 300 voluntários.

Os medicamentos à base da erva que serão ministrados aos profissionais vão ser produzidos pela Associação Brasileira de Apoio a Cannabis Esperança (ABRACE), com sede em João Pessoa (PB). Eles também fazem o cadastramento de pessoas interessadas no site da instituição.

Crédito: Cesar Mattos/ABRACE/Divulgação O estudo é inédito no Brasil e pode trazer respostas importantes sobre o uso dos medicamentos extraídos da planta da maconha. “A cannabis já tem efeito consagrado como ansiolítico. Neste momento de pandemia, estes profissionais estão expostos a uma alta carga de estresse que acaba refletindo fisicamente e mentalmente. No estudo, iremos avaliar como a cannabis atua no controle da ansiedade, depressão e estresse destes profissionais”, explica o diretor da Associação Brasileira de Apoio Cannabis Esperança (Abrace Esperança), Cassiano Teixeira.

Com informações da assessoria


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar