Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Jovem luta com cobra no banheiro e história se torna viral na web

Segundo a mãe, a jovem acabou se ferindo e não se sabe como a cobra deixou de mordê-la

Compartilhe

Uma jovem usou as redes sociais para contar uma história aterrorizante que aconteceu no banheiro da sua casa, na Tailândia. De acordo com o The Thaiger, Chunya Sittiwichai, presenciou o momento em que sua mãe, Anna, sentou no vaso sanitário e foi atacada por uma cobra. As informações são do Metro.

“Todos pensamos que é algo que não vai acontecer conosco, pensei que era até agora, quando isso aconteceu em minha própria casa. Como pode uma cobra desse tamanho estar no banheiro? Deixe-me contar o que aconteceu com Anna, minha mãe. Ela foi usar o banheiro como sempre. Nossa casa é em uma vila, não na floresta ou no meio do nada. A cobra mordeu minha mãe quando ela se sentou no vaso”, começou.

A jovem ainda revelou que apesar da sua mãe agarrar a cobra pela cabeça e se esforçar para tirá-la, o réptil continuou com os dentes cravados.

“Minha mãe agarrou a cabeça e tentou tirá-la do corpo. Bem, a cobra simplesmente não soltava. Começou a envolver-se em torno da minha mãe, apertando cada vez mais. Minha mãe tentou agarrar a cabeça, mas ela simplesmente não soltou e sua ferida começou a ficar maior. Ela gritou com meu irmão e ele, que estava com medo da cobra, entregou um estilete à minha mãe”.

Segundo Chunya, sua mãe acabou se ferindo e não se sabe como a cobra deixou de mordê-la.

“Não sei como, mas minha mãe finalmente conseguiu que a cobra parasse de mordê-la. Ela empurrou a cabeça no chão e gritou para meu irmão pegar um martelo. Depois de alguns golpes, a cobra finalmente parou de apertar. Meu irmão a puxou para fora do banheiro e trancou a cobra dentro.

Uma equipe de resgate voluntária local veio buscar a cobra. Anna recebeu pontos na picada e no corte causado pelo estilete.

“Minha mãe é tão corajosa, eu teria desmaiado no banheiro. Agora eu aprendi a sempre olhar para o vaso antes de usá-lo, mesmo que pareça impossível uma cobra estar dentro”, alertou.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar